domingo, 29 de agosto de 2010

Um projeto de um Geoparque para Rio de Contas

Da CPRM - Serviço Geológico do Brasil

Desde meados da década de 1990, o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) vem atuando em projetos que contemplam a caracterização física de regiões de interesse geoturístico, tendo como objetivo precípuo disseminar o conhecimento básico de geologia, informações geoambientais e geohistóricas, visando a incrementar o potencial turístico de sítios geológicos e a criação de novos roteiros de visitação. Tais projetos detalham a descrição de monumentos geológicos, trilhas, minas desativadas e paisagens de interesse geomorfológico. Um marco nessa história é o Projeto Morro do Chapéu (BA), de 1995.

Paralelamente, o Brasil incrementou a Comissão Brasileira de Sítios Geológicos e Paleobiológicos-SIGEP. Essa Comissão, criada em 1997, está em sintonia com a Convenção do Patrimônio Mundial da UNESCO, também adotada pelo Brasil, que objetiva reconhecer os sítios culturais e naturais de interesse excepcional e de tal valor universal que sua proteção seja considerada responsabilidade de toda a humanidade. Os sítios naturais do Patrimônio Mundial incluem os sítios geológicos e paleobiológicos.

A comissão é composta por várias entidades públicas, privadas, associações e empresas que lidam com as geociências no país. A principal atribuição da Comissão SIGEP é a identificação, seleção, avaliação, descrição e divulgação de sítios do patrimônio geocientífico nacional disponibilizados em site da Internet (http://www.unb.br/ig/sigep) na forma de artigos científicos elaborados por especialistas que trabalharam nas áreas dos sítios cadastrados. Referida Comissão vem funcionando normalmente e tem sido de grande importância.

Uma evolução dessas ações foi a criação do Projeto Geoparques pela CPRM/SGB, em 2006. Este projeto objetiva identificar, descrever e divulgar propostas de geoparques no Brasil, em conjunção ou não com universidades e entidades públicas federais, estaduais ou municipais. Conceito criado pela UNESCO, um geoparque ou geopark (em inglês) constitui uma iniciativa inovadora destinada a proteger e gerir o patrimônio geológico de forma sustentável. Esse conceito envolve a união de três princípios: geoconservação, educação e desenvolvimento sustentável, maximizando o geoturismo em benefício da economia local e ajudando as pessoas a compreenderem a evolução de sua paisagem local.

Geograficamente, um geoparque representa uma área suficientemente grande e limites bem definidos para servir ao desenvolvimento econômico local. A maioria dos sítios presentes em um geoparque deve ser parte do patrimônio geológico, segundo sua importância científica, raridade, valor educativo ou beleza cênica (geomorfologia), no entanto seu interesse também pode ser arqueológico, ecológico, histórico e cultural.

O objetivo do projeto Geoparques da CPRM é identificar áreas no Brasil com as características acima referidas. Em resumo, um Geoparque no conceito da Unesco deve:
  • (i) preservar o patrimônio geológico para futuras gerações (geoconservação);
  • (ii) educar e ensinar o grande público sobre temas geológicos e ambientais (educação) e prover meios de pesquisas para as geociências;
  • (iii) assegurar o desenvolvimento sustentável através do geoturismo, reforçando a identificação da população com sua região, promovendo o respeito ao meio ambiente e estimulando a atividade sócioeconômica com a criação de empreendimentos locais, pequenos negócios, indústrias de hospedagem e novos empregos. Gerar novas fontes de renda para a população local e a atrair capital privado.
O conceito de Geoparque vem se ampliando e se espalhando rapidamente depois da criação da Rede Mundial de Geoparques pela Unesco, em 2004. No final de 2009, a rede já comportava 64 geoparques. O Brasil tem, desde 2006, o Geopark Araripe, no Ceará, o primeiro das Américas, integrado à Rede Mundial de Geoparques. Recentemente, foi encaminhado sob os auspícios do Governo de Minas Gerais e com o apoio da CPRM e outras entidades dossiê de candidatura à UNESCO para a criação do Geopark Quadrilátero Ferrífero.

Na figura 1 são mostrados os projetos de geoparque que a CPRM está desenvolvendo em todo o país.
PROPOSTAS DE GEOPARQUES
  1. Quadrilátero Ferrífero (MG)
  2. Morro do Chapéu (BA)
  3. Catimbau (PE)
  4. Fernando de Noronha (PE)
  5. Sete Cidades (PI)
  6. Pireneus (GO)
  7. Quarta Colônia (RS)
  8. Alto Vale do Ribeira (SP/PR)
  9. Serra da Capivara (PI)
  10. Chapada Diamantina Oriental (BA)
  11. Rio de Contas (BA)
  12. Cachoeiras do Amazonas (AM)
  13. Astroblema Araguainha-Ponte Branca (MT/GO)
  14. Chapada dos Guimarães (MT)
  15. Bodoquena-Pantanal (MT)
  16. Cânions do Sul (RS/SC)
  17. Serra da Canastra (MG)
  18. Seridó (RN)
  19. Peirópolis (MG)
  20. Monte Alegre (PA)
  21. Alto Alegre dos Parecís (RO)
  22. Cabo de Santo Agostinho (PE)

sábado, 28 de agosto de 2010

Direc de Brumado realiza etapa regional do Face e do TAL

Da SEC

Mais de um milhão de estudantes da rede estadual estão envolvidos no maior movimento estudantil artístico e cultural da Bahia. Trata-se do Festival Anual da Canção Estudantil (Face) que, durante o mês de agosto, mobiliza a comunidade escolar de todos os municípios baianos.

Na Diretoria Regional de Educação (Direc) 19, com sede em Brumado, a etapa regional do Face acontece no dia 27, quando também será escolhido o texto vencedor do Projeto Tempo de Artes Literárias (TAL) na região. As apresentações do TAL acontecem a partir das 15h e o show do Face está marcado para às 19h.

Os dois eventos acontecerão no auditório do Colégio Estadual de Brumado e devem reunir mais de mil estudantes dos municípios de Aracatu, Barra da Estiva, Brumado, Contendas do Sincorá, Dom Basílio, Ibicoara, Ituaçu, Jussiape, Livramento do Brumado, Malhada de Pedras, Rio de Contas e Tanhaçu.

"São eventos grandiosos. Os nossos alunos estão animados, engajados e, o mais importante, com a autoestima lá em cima. Sentimos a expectativa deles, a mudança no comportamento, o maior interesse pela escola e pelos estudos. Esses projetos justificam até, o aumento do número de estudantes matriculados este ano", diz Mabe Maron, coordenadora de educação básica da Direc 19.

Festival de música - Em seu terceiro ano, o Face vem modificando a rotina dos estudantes, causando uma verdadeira revolução de ritmos e sons nas escolas. A cada edição, são milhares de canções produzidas e os estudantes não economizam nos preparativos. Participam de oficinas de canto, expressão corporal e voz, oferecidas nas escolas, e não poupam esforços em dar o melhor de si. As composições variam do reggae ao sertanejo, passando pelo rap, bossa nova, gospel e pagode.

Com o Face e com o TAL, os estudantes têm a oportunidade de revelar o talento para a música e para a poesia, criando obras que rompem os muros das escolas e podem ser divulgadas para todo o estado. De acordo com a coordenadora de Projetos Intersetoriais da Secretaria da Educação, Nide Nobre, as experiências têm se mostrado extremamente importantes para estreitar as relações dos estudantes entre si, com os professores e demais membros da comunidade escolar. Além disso, também aproxima a escola da população.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Prefeitura de Rio de Contas continua sem comunicação!

Já faz alguns meses que o site oficial da prefeitura está fora do ar.

Na verdade, do jeito que estava nem faz falta.

Mal elaborado não trazia nenhuma informação útil. Diferente de outras prefeituras que disponibilizam serviços, informações úteis e notícias de realizações administrativas, o de Rio de Contas chegava ao cúmulo de disponibilizar uma cópia mal escaneada da Lei Orgânica. Ao que parece uma empresa foi contratada para realizar tal serviço (com dinheiro público). O povo merece uma explicação.

Ter um site útil não é luxo. É cumprir a Constituição Federal no que diz respeito ao princípio da publicidade.

Só a prefeitura ainda não percebeu que hoje a internet é o meio mais rápido de se comunicar com a população que cada vez mais acessam a internet. Transparência já!

Quando será o fim do lixão de Rio de Contas?

Como pode um cidade que pretende fazer do turismo uma atividade econômica ainda mantenha um lixão a céu aberto e sem nenhum tipo de tratamento?

Talvez agora, por força de lei a situação se resolva.

Lixo exposto a céu aberto e sem nenhum tipo de tratamento.

Antiga área do lixão, hoje tomada por mamona, tipicamente de áreas degradadas.

Confira abaixo uma matéria da Folha de São Paulo sobre a nova lei.

O presidente Lula sancionou nesta segunda-feira (02/08/2010) o projeto de lei que cria a Política Nacional de Resíduos Sólidos, que traz regras para manejo de lixo e resíduos. A lei tramitou no Congresso Nacional por 21 anos. O objetivo da nova lei é acabar, a longo prazo, com os lixões e obrigar municípios e empresas a criarem programas de manejo e proteção ambiental.

"A lei trata não só de preservação ambiental, como de saúde pública", disse Lula.

A lei dos resíduos sólidos proíbe a existência de lixões e determina a criação de aterros para lixo sem possibilidade de reaproveitamento ou de decomposição (matéria orgânica). Nos aterros, que poderão ser formados até por consórcios de municípios, será proibido catar lixo, morar ou criar animais.

As prefeituras poderão ter recursos para a criação de aterros, desde que aprovem nas câmaras de vereadores uma lei municipal criando um sistema de reciclagem dos resíduos. Estados e municípios terão dois anos para apresentar um plano de manejo de resíduos sólidos e, só depois, receber recursos da União para obras nessa área.

Haverá obrigações para consumidores, comerciantes e fabricantes. Todos estarão sujeitos a penalidades da Lei de Crimes Ambientais caso não destinem corretamente os produtos após o consumo.

As fábricas, por exemplo, terão de recolher os "resíduos remanescentes" após o uso. Os fabricantes de produtos com maior degradação ambiental (agrotóxicos, pilhas, lâmpadas fluorescentes, baterias, pneus e eletroeletrônicos) ficam obrigados a implementar sistemas que permitam o recolhimento dos produtos após o uso pelos consumidores.

O texto cria a chamada "logística reversa" para coleta de produtos descartados pelos consumidores. Comerciantes e distribuidores serão os principais pontos de receptação dos produtos descartados, que depois devem ser enviados aos fabricantes ou importadores. Estes últimos darão o destino final ao lixo.

Mais cedo, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse acreditar que a legislação poderá mudar o padrão de consumo, diminuindo a produção de resíduos e formalizando o trabalho dos catadores que era voluntário.

RECICLAGEM

A professora e pesquisadora do Centro de Desenvolvimento Sustentável da Universidade de Brasília (CDS/UnB) Izabel Zaneti afirma que o trabalho de coleta e reciclagem é cada vez mais importante.

"Os resíduos estão crescendo em quantidade e complexidade", disse, lembrando dos resíduos de aparelhos eletrônicos, como as baterias dos telefones celulares e outros materiais que contém metais pesados de alto impacto ambiental.

A sanção da lei também é comemorada pelo Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR) que espera que os trabalhadores possam ser remunerados pela prestação de serviços às prefeituras pela coleta, separação e reciclagem do lixo.

O movimento espera que a lei aumente a renda dos recicladores. Atualmente a renda média de um catador é de cerca de um salário mínimo (R$ 510).

Com infomações da Folha de São Paulo.

Avião cai em Vitória da Conquista e dois se ferem

Foto: Néia Rosseto/A TARDE

O acidente que aconteceu no Aeroporto Pedro Otacílio de Figueiredo, em Vitória da Conquista, com o jato da Passaredo (ERJ 145 da Embraer), deixou duas pessoas feridas. Segundo as primeiras informações, a aeronave precisou realizar um pouso forçado quando o trem de pouso da aeronave não abriu e foi preciso realizar um pouso forçado com a barriga do avião.

Após a aterrisagem, as turbinas do avião pegaram fogo. O avião, que saiu de Guarulhos com destino a Vitória da Conquista, tem capacidade para 50 passageiros e transportava 30 no momento do acidente. Três viaturas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram enviadas para o local para atender os passageiros. O Corpo de Bombeiros também foi deslocado até o aeroporto.

As turbinas pegaram fogo (Foto: Rodrigo Ferraz)

A aeronave fazia a linha São Paulo-Vitória da Conquista

Acidente com avião assusta passageiros em Vitória da Conquista

Lançamento da campanha Chapada sem Fogo

O Comitê Estadual de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais no Estado da Bahia, coordenado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema), lança no dia 27 de agosto a campanha Chapada sem Fogo, em Lençóis, às 9 horas, no Auditório Afrânio Peixoto. O secretário estadual do Meio Ambiente, Eugênio Spengler, estará presente ao evento, que também reunirá autoridades estaduais, municipais e a comunidade da região. As atividades prosseguem até sábado (28).

As atividades da campanha, cujo objetivo é evitar focos de incêndios na região, terão início no dia 25 de agosto, através de um encontro envolvendo representantes dos 34 municípios que compõem a região. Participam também representantes de organizações e instituições, poder público, sociedade civil e setor empresarial. A reunião será realizada no Centro Cultural da cidade de Nova Redenção, a partir das 14 horas.

De acordo com o Superintendente de Políticas Florestais Conservação e Biodiversidade da Sema, Ubiratan Félix, a ideia do encontro do dia 25 é definir com a população metodologias e estratégias com o intuito de evitar focos de incêndios na região, além de alinhar a melhor forma de mobilização nos municípios envolvidos. “Vamos distribuir material de apoio e cartazes, convocando a sociedade para essa ação”, ressalta.

O coordenador de Desenvolvimento Socioambiental da Diretoria de Unidades de Conservação da Sema, Paulo Novaes, explica que, durante o encontro, ficará acertada a participação de cada município na ação. “Vamos realizar uma grande mobilização simultânea, nos dias 27 e 28 de agosto, envolvendo os 34 municípios que integram a região da Chapada”, destaca Paulo.

O coordenador também adianta que cada prefeitura atuará em seu município com atividades ou ações que melhor se adequem a realidade do seu município. Paulo explica que podem ser realizadas palestras, trabalhos de conscientização ambiental nas escolas, utilização de carros de som, entre outros.

Prevenção, Monitoramento e Combate – Ainda dentro das ações da campanha Chapada sem Fogo, serão realizados em setembro três Seminários de Prevenção aos Incêndios Florestais nos municípios de Morro do Chapéu, Seabra, Rio de Contas, entre os dias 20 e 25. Em Barra da Estiva será realizado outro seminário em consonância com a pauta da reunião do comitê da Bacia do Paraguaçu.

As discussões terão como foco a educação ambiental e as ações preventivas de incêndio, e abordará temas como alternativas às queimadas para preparação do solo, sistemas agroflorestais. “Também vamos trabalhar a conscientização nas oito Unidades de Conservação (UCs) existentes na região da Chapada Diamantina”, pontua Paulo Novaes.

Já a fiscalização preventiva consiste na presença de fiscais em campo, orientando produtores rurais a não utilizar o fogo em suas propriedades e notificando as irregularidades ambientais. Quando necessário, o órgão irá autuar os produtores que descumprirem a norma. Cinco equipes percorrerão os 34 municípios envolvidos, com atuação entre os meses de julho a dezembro.

Ao final dos quatro seminários, a equipe pretende formar comissões locais, compostas por representantes do Poder Público Municipal, brigadistas e dos sindicatos de Produtores Rurais. O objetivo é que essas pessoas envolvidas indiquem propostas para a criação de um plano de ação de prevenção ao combate dos incêndios florestais 2010/2011.

Monitoramento dos focos de calor – A operação abrange ainda o monitoramento dos focos de calor realizado pelo Ingá e a fiscalização participativa, com apoio do Instituto do Meio Ambiente (IMA). O uso das imagens de diversos satélites proporcionam o monitoramento dos pontos de calor que podem originar incêndios, favorecendo o trabalho de prevenção. O trabalho é desenvolvido pelos técnicos do Ingá com o uso do Sigweb-I3 geo, um sistema desenvolvido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), que funciona como uma ferramenta de localização geográfica.

O sistema auxilia na interpretação das informações meteorológicas, com dados atualizados a cada três horas. O ‘Grupo de Prevenção da Operação Chapada’, formado por técnicos da Secretaria do Meio Ambiente, do Ingá, do Instituto de Meio Ambiente (IMA) e do Corpo de Bombeiros da Bahia foi capacitado por técnicos do Ingá para obter informações sobre os pontos de calor, como localização, data, horário, município, característica da vegetação, entre outros.

De acordo com o meteorologista do Ingá, Ricardo Rodrigues, as orientações irão ajudar as equipes das Brigadas formadas por Bombeiros a escolherem os locais mais preocupantes, como áreas de proteção ambiental e de conservação localizadas pelos satélites. “Os pontos visualizados revelam a previsão, temperatura e área de risco e ainda demonstram a gravidade do fogo”, diz.




Riocontense fica em 4º lugar na Segunda Copa Chapada Diamantina de Moutain Bike em Livramento

Ascom Prefeitura de Livramento

No Domingo, 22 de Agosto, aconteceu em Livramento de Nossa Senhora a 2ª Copa Diamantina de Mountain Bike. A grande prova contou com a participação de 73 ciclistas, representantes de sete cidades baianas: Caetité, Livramento, Piatã, Seabra, Rio de Contas, Brumado e Feira de Santana. No total foram 55 km percorridos pelas categorias Máster e Elite e 39 km para as demais categorias.

A largada simbólica foi realizada na Praça Coronel Zezinho Tanajura no centro da cidade, de onde os ciclistas seguiram com apoio da Polícia Militar até as proximidades do Ginásio de Esportes e em seguida iniciaram o percurso previsto.

Os ciclistas enfrentaram sol e calor, cruzaram trilhas, estradas e enfrentaram todos os desafios com muita emoção e amor pela aventura. Moradores de localidades como Itaguaçú, Matinha, Várzea de Dentro, Caroba, Passa Quatro, Rua do Fogo e Recreio, entre outras comunidades, saíram às portas das casas para incentivar os atletas.

Nenhum acidente grave foi registrado e ao final da competição o que se viu foi um belo clima de alegria e confraternização entre todos.

Osvaldo Porto Viana (Badim), Secretário Municipal de Esportes, Turismo e Lazer, mostrou que, além de apoiar também gosta de participar de atividades esportivas, por este motivo, foi um dos competidores da 2ª Copa Diamantina de Mountain Bike. " Esta é uma grande prova e um evento importante para Livramento. Ficamos felizes em ver o apoio das comunidades, as pessoas gritando e apoiando os participantes, também tivemos o cuidado de montar pontos de apoio para a distribuição de água e contamos com a colaboração de grandes parceiros como comerciantes locais, a Polícia Militar e uma série de pessoas que amam o esporte", comentou.

A prova foi organizada pela Evolution Bike e contou com total apoio da Administração Municipal - Governo Humanização, dedicação e Compromisso.

Na categoria feminino Isabely Cristina de Rio de Contas ficou em 4º lugar. Para conhecer a lista de todos os classificados clique aqui.

Escritório Avançado da Cordec na Chapada

Da Cordec

A Coordenação de Defesa Civil do Estado da Bahia– CORDEC, está com escritório avançado na Chapada Diamantina em funcionamento na Av. Sete de Setembro, 83, centro de Lençóis, com equipe técnica equipada com viaturas, rádios ht´s, GPS, binóculos de alta resolução e sala de situação com equipamentos de monitoramento via satélite de focos de queimadas. A CORDEC está estruturando em seu escritório o SCI – Sistema de Comando de Incidentes, juntamente com todos os órgãos e entidades envolvidos nas atividades de prevenção, monitoramento e combate a incêndios florestais, a exemplo do ICMBio, SEMA, Ibama/Prevfogo, Corpo de Bombeiros, IMA, INGÁ, e brigadas voluntárias.

No mês de junho passado a CORDEC firmou convênios de prevenção, monitoramento e combate a incêndios florestais com os municípios de Lençóis, Andaraí, Mucugê, Nova Redenção, Dom Basílio, Utinga, Bonito, Abaíra, Rio de Contas e Barra da Estiva. Tais recursos possibilitará capacitação e apoio logístico às brigadas voluntárias. Outros convênios serão firmados com os demais municípios na medida em que a documentação for apresentada.

Está sendo firmado um termo de cooperação técnica entre a CORDEC, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros (11º GBM) e ICMBio para possibilitar o funcionamento das antenas repetidoras de comunicação via rádios ht´s na Chapada Diamantina. Os recursos serão assegurados pela CORDEC e beneficiará toda a população dessa região que poderá utilizar os rádios para comunicar focos de incêndios e ainda proporcionará maior segurança ao eco-turismo.

Já está também em andamento processo licitatório para contratação de aeronaves air tractor´s especializadas em combate aos incêndios florestais, que auxiliarão os brigadistas nas atividades de combate.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Levantada do Mastro na Comunidade de Caiambola

Venham todos para a grande festa da Levantada do Mastro na Comunidade de Caiambola às 17:30 horas do dia 28/08, próximo sábado.

Esta festa é um dos produtos do Projeto A Levantada do Mastro, apoiado pelos Micro-projetos Culturais do Ministério da Cultura, realizado pela OASIS – Organização Atuante na Saúde e Integração Social, Ponto de Cultura “Ciranda de Bonecos” e Associação Comunitária de Fazendola. Com o apoio do Fórum da Agenda 21 de Rio de Contas, este é um trabalho de valorização da nossa tradição cultural.

Vejam a explicação da Secretária de Meio Ambiente, Ana Paula Soares, sobre a festa:

Este projeto nasceu numa oficina de elaboração de projetos do Fórum da Agenda 21. Aproveitamos que tinha um edital aberto, do Ministério da Cultura e reunimos os membros deste Fórum, dentre estes a Associação de Fazendola. Estávamos falando sobre o que é um projeto, o que é justificativa, o que é objetivo, enfim, como estruturar um projeto. E nesta reunião o Zé da Fazendola, qde é agente de saúde na região, nos contou de um São João "diferente" que existia na Caiambola e que todos os povoados dos gerais visitavam antigamente, até gente de Catolós ia. Ele nos disse que a festa se chamava A Levantada do Mastro, e que tinha rezas, cânticos, samba de roda, e a buscada do mastro por um líder comunítário junto com a comunidade. Achamos, todos no Fórum, muito interessante, e resolvemos todos juntos iniciar a construção deste projeto. É um projeto pequeno, que visa resgatar a visibilidade desta festa à comunidade. O projeto é um projeto de 10.500 reais, apoiado pelo MINC- via Banco do Nordeste, e as ações dele basicamente envolvem, mobilizar os jovns e crianças da comunidade, os antigos mestres detentores do conhecimento. Estes mestres ensinarão as crianças e os jovens as rezas, os cânticos, as danças, os sambas, confecção dos instrumentos musicais e também ensinar a tocar estes instrumentos. Eles tem por exemplo, o bumbo, a caixa, o tamboril, e a flauta de taquara. Todas estas oficinas já estão sendo realizadas. Cada oficina tem o fornecimento do lanche. Estão sendo confeccionadas roupas para os participantes, camisetas para os aprendizes, uma festa na caiambola, com decoração, transporte, iluminação, som, e uma ceia para todos os participantes. E na próxima etapa, se Deus quiser, dia 05, eles se apresentarão aqui na sede. É uma festa muito linda, a riqueza cultural da comunidade é enorme, e acredito que quem conhecer vai gostar. A OASIS, que tem um ponto de cultura, acolheu este projeto, e emprestou o CNPJ para propor o projeto. A Associação da Fazendola está realizando o projeto, e o Fórum da Agenda 21 está apoiando.


terça-feira, 24 de agosto de 2010

Começa a reforma da Igreja de Sant'Ana

Em junho divulgamos aqui no blog que o PAC das cidades históricas destinaria R$ 17 milhões para Rio de Contas entre 2010 e 2013, num total de 32 ações, dentre elas:
  • Restauração, ampliação e aquisição de equipamentos do Teatro São Carlos
  • Restauração da Igreja de Santana
  • Conservação da Igreja Matriz do Santissimo Sacramento
  • Implantação do Museu de Arqueologia da Chapada Diamantina
  • Embutimento da fiação aérea
Para reler a matéria clique no link da notícia:

PAC das Cidades Históricas destina 17 milhões para Rio de Contas

As obras de restauração da Igreja de Sant'Ana já começaram. Confira as fotos abaixo.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Imagens de satélite ajudam a monitorar focos de calor na Chapada Diamantina

Da Agecom

O trabalho de prevenção de incêndios em 34 municípios da Chapada Diamantina ganhou o reforço, neste mês, do satélite geoestacionário Goes-13. As imagens do equipamento estão complementando o trabalho desenvolvido pelos técnicos do Instituto de Gestão das Águas e Clima (Ingá) com o uso do Sigweb-I3 geo, um sistema desenvolvido pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA).

De acordo com o meteorologista do Ingá, Ricardo Rodrigues, o uso das imagens do satélite facilita o monitoramento dos pontos de calor que podem originar incêndios, favorecendo o trabalho de prevenção. “O Goes-13 manda novas informações a cada 30 minutos, complementando as informações do sistema Sigweb-I3 geo, que são geradas a cada três horas”.

As imagens do satélite Goes-13 são disponibilizadas pelo Regional and Mesoscale Meteorology Branch (Rammb) e pelo Cooperative Institute for Research in the Atmosphere (Cira). O seu uso vem contribuindo para o trabalho desenvolvido desde 2008 com o Sigweb-I3 geo, uma ferramenta de localização que funciona por meio de mapas e dados meteorológicos que alertam na identificação dos focos de calor.

As informações são colhidas pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e reunidas por setores distintos no Ingá e de outros órgãos ambientais que se uniram na busca por mais acesso à informação. Segundo o diretor de Monitoramento de Informação do Ingá, Gabriel Palma, o software livre desenvolvido pelo MMA é um aplicativo interativo de localização geográfica que agrega os principais temas ambientais e vem sendo adotado por diversos órgãos públicos.

Treinamento
Com o objetivo de disseminar a situação de incidência dos focos de calor na região da Chapada Diamantina, os especialistas realizaram cursos para o ‘Grupo de Prevenção da Operação Chapada’, formado por técnicos da Secretaria do Meio Ambiente, do Ingá, do Instituto de Meio Ambiente (IMA) e do Corpo de Bombeiros da Bahia. Os treinamentos aconteceram em julho, com a primeira etapa sendo realizada para técnicos do meio ambiente, e a segunda, em Lençóis, para os oficiais do 11° Grupamento de Bombeiros Militar (GBM).

Para Ricardo Rodrigues, um dos responsáveis pelo treinamento do sistema, a base de dados ajuda na interpretação das informações meteorológicas, revelando previsão, temperatura e área de risco e ainda demonstra a gravidade do fogo. “A temperatura alta, umidade baixa, pouco vento e ausência de chuva dão a condição para o ponto de calor aumentar, tornando o risco maior para o incêndio”.

As orientações ajudarão as equipes das brigadas formadas por Bombeiros a escolher os locais mais preocupantes como áreas de proteção ambiental e de conservação localizadas pelos satélites. “A capacitação passa por uma leitura específica das imagens que conseguimos visualizar por intermédio de diversos satélites com detalhes minuciosos, a exemplo da localização, data, horário, município, característica da vegetação, entre outros”.

Para a geógrafa Geovana Paim, uma das instrutoras da capacitação, “o curso de uma forma geral atendeu uma necessidade da corporação para compor o planejamento estratégico antes da vistoria no campo, reduzindo custos e aumentando o conhecimento do grau do problema a ser enfrentado”.

O centro das operações de monitoramento, prevenção e combate está localizado no município de Lençóis com ações desenvolvidas em 34 municípios do entorno. O grupo irá atuar em quatro bases escolhidas - Seabra, Rio de Contas, Mucugê e Morro de Chapéu, onde também desenvolverá um trabalho de conscientização ambiental e fiscalização envolvendo a comunidade local, proprietários rurais e turistas.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Divulgado resultado do edital de mostras e festivais

Da Agecom

Cinco projetos foram contemplados pelo edital de Apoio à Realização de Mostras e Festivais Audiovisuais, publicado na edição desta sexta-feira (13), no Diário Oficial do Estado. A iniciativa é da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (Secult) e do Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia (Irdeb), com recursos do Fundo de Cultura da Bahia.

O ganhador do projeto da categoria 1 (até R$80 mil) foi Mostra Lanterninha da LGPP Consultoria. Da categoria 2 (até R$40 mil), Cine Kurumin, de Thaís Brito da Silva, Grande Amostra do Cinema Bahiano, de Elaine Aparecida Rodrigues, Mostra de Cinema Multicultural de Itacaré - Ano I (Mostra Cinemulti 2011), de Juliana Machado Oliveira, e Iº Festival de Cinema Baiano, de Cristiane Ferreira Vilas Boas.

O suplente da categoria 1 é o Festival Internacional de Cinema do Interior da Bahia, de Davi Lopes Ramos. Os suplentes da categoria 2 são Cine Capão – Ano 4, de Gabriela Barreto Figueiredo, II ª Mostra de Cinema Baiano de Rio de Contas, de Dênisson Padilha de Souza Filho, e Mostra Cinebiografia, de Thadeu Correa Santos).


segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Embasa assina TAC com o MP e se obriga a não jogar esgoto nas águas do Rio Brumado

Do Mandacaru da Serra

A luta pela preservação da pureza das águas do Rio Brumado e da Cachoeira de Livramento de Nossa Senhora, que representa defesa da saúde pública, ganhou um grande reforço, ontem (11/8), com a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), entre o Ministério Público da Bahia, através da Promotoria de Justiça local, responsável pela defesa do meio ambiente, e a Empresa Baiana de Água e Saneamento do Estado da Bahia - EMBASA.

No TAC, a EMBASA assume a responsabilidade pelos danos ambientais eventualmente causados por mau funcionamento do sistema de tratamento de esgoto de Rio de Contas, cujos dejetos são lançados no Rio Brumado, que abastece Livramento de Nossa Senhora e Dom Basílio. Obriga-se, também, a implantar em Rio de Contas, no máximo em um ano, em parceria com empresas públicas e privadas, programas de reuso dos efluentes oriundos dos esgotos da vizinha cidade, para que não mais sejam lançados no Rio Brumado, ainda que tratados.

Em prazo de 18 meses, a empresa terá de concluir pelo menos metade das obras de ligações das resistências, indústrias, comércio e outros empreendimentos à rede coletora do sistema de esgoto implantado em Rio de Contas, igualmente evitando que escorram para o Rio Brumado. Além disso, terá de reforçar uma das estações elevatórias com mais uma bomba, cuja falta vem comprometendo o funcionamento do sistema e, consequentemente, obrigando o despejo dos dejetos direto no rio.

O Ministério Público foi bastante detalhista nas providências exigidas da EMBASA, as quais, se efetivamente cumpridas, garantirá, em prazo razoável, a pureza da água desejada pela população. Por exemplo, a concessionária, além das obrigações acima, terá de monitorar a qualidade da água bruta e a de consumo, para preservar sua qualidade, obrigando-se a apresentar relatórios periódicos ao Poder Público Municipal.

O termo assinado prevê a aplicação da multa de R$15.000,00, acrescida de R$510,00 por dia de atraso, caso não cumpra qualquer das obrigações assumidas, valores que serão revertidos, se cobrados, para o Fundo Municipal do Meio Ambiente. A imputação de multa não exclui outras providências para garantia de cumprimento do TAC, incluindo a execução judicial do acordo, que abrange a responsabilização dos diretores da EMBASA.

O MANDACARU ABRIU AS DENÚNCIAS

A atuação do Ministério Público partiu de duas representações populares, uma do jornalista Raimundo Marinho, que abriu as denúncias em matéria publicada neste site; e outra, nos mesmos termos, em seguida apresentada pelo vereador Paulo Roberto Lessa Pereira. A partir da denúncia no O Mandacaru, o vereador abriu o debate do assunto na Câmara de Vereadores, obtendo a adesão de todos os integrantes da casa, incluindo o seu presidente Ilídio Castro. O jornalista ajuizou também, no Fórum de Livramento, uma ação popular contra a EMBASA e demais responsáveis pela obra que resultou na ameaça ao Rio Brumado e à Cachoeira de Livramento.

No dia da inauguração do sistema, em janeiro de 2010, ele entregou ao governador Jaques Wagner um dossiê com um abaixo-assinado de quase três mil assinaturas, coletadas em Livramento, e todas as reportagens veiculadas na mídia local, regional e estadual, denunciando a ameaça à saúde pública, pelos esgotos de rio de Contas, afetando, principalmente, as comunidades rurais de Livramento e Dom Basílio, que consomem a água do rio ou do canal de irrigação do DNOCS sem qualquer tratamento. O governador, porém, ignorou a gravidade das denúncias e fez pouco caso das reivindicações contidas no “abaixo-assinado”.

sábado, 14 de agosto de 2010

Instituto Datafolha divulga segunda pesquisa sobre as intenções de voto na Bahia

Do BATV/TV Bahia

O Instituto Datafolha divulgou a segunda pesquisa sobre as intenções de voto na Bahia.

O candidato do PT, Jaques Wagner, lidera a pesquisa com 45% das intenções de voto. Em segundo lugar aparece o candidato do DEM, Paulo Souto, com 23%. Em terceiro, o candidato do PMDB, Geddel Viera Lima, com 10%. O candidato Luiz Bassuma, do PV, tem 1% dos votos.

Votos brancos ou nulos somam 5%, já os indecisos são 14%.

Os candidatos Marcos Mendes, do PSOL, Carlos Nascimento do PSTU e Sandro Santa Bárbara, do PCB, não alcançaram 1% das intenções de voto. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

A pesquisa Datafolha entrevistou 1.060 eleitores entre os dias 9 e 12 de agosto. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número 22.757/2010.

Na primeira pesquisa do Instituto Datafolha divulgada no dia 28 do mês passado, o candidato Jaques Wagner do PT, tinha 44% das intenções de voto e agora aparece com 45%. A margem de erro de 3%, tem de 42% a 48%. Na mesma pesquisa do dia 28 de julho o candidato Paulo Souto , do DEM, tinha 23%. Manteve o mesmo percentual com a margem de erro de 20% a 26%.

O candidato do PMDB, Geddel Vieira Lima, tinha 13% das intenções de voto na primeira pesquisa. Agora obteve 10%, com a margem de erro de 7% a 13%. O candidato do PV Luiz Bassuma tinha 1% na pesquisa anterior e agora também manteve 1%. Com a margem de erro não pontua ou chega a 4%.



quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Feriado em Rio de Contas dia 20/08

Na edição do Diário Oficial do Município de Rio de Contas, desta terça-feira, 10 de agosto, a Prefeitura publicou o Decreto nº 75/2010 que institui feriado no dia 20 de agosto, para o ano de 2010 em virtude dos festejos religiosos de São Bernardo no Distrito de Arapiranga.

Os serviços essenciais não deverão ser interrompidos.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Uma Escola Família Agrícola para Rio de Contas

Do Blog do Ricardo Stumpf



O projeto da EFA de Rio de Contas: um verdadeiro campus para desenvolver a agricultura no município

Pois é, amigos leitores, esse é o bonito projeto da Escola Família Agrícola, com que a arquiteta Scarlett Porto brindou o município de Rio de Contas.

O projeto se situa na confluência das estradas que levam ao distrito de Mato Grosso e aos povoados de Fazendola e Caiambola, em terreno de propriedade do Sr. Carlos Bittencourt, pessoa muito comprometida com as questões sociais e que, em princípio, concordou em ceder a área para construção.

Scarlett Porto me procurou há mais ou menos um ano atrás, porque buscava um tema para o seu trabalho final de graduação (TFG) na Faculdade de Arquitetura da UFBA, em Salvador. Seu interesse era fazer uma escola rural dentro da filosofia da Escola Família Agrícola. Alguém recomendou meu nome e eu a recebi em Rio de Contas, levei à Secretaria de meio Ambiente, que demonstrou interesse pelo projeto e a encaminhou a algumas pessoas que poderiam fornecer dados sobre educação no município.

Só agora, em julho, Scarlett me procurou novamente me convidando para fazer parte da sua banca de graduação, convite que aceitei com muito prazer.

No dia 9 de julho participei das banca, em Salvador, que a aprovou.

Na minha intervenção na banca, lembrei a importância do projeto para Rio de Contas, principalmente para os jovens do campo, sempre obrigados a migrarem para as cidades por falta de perspectivas econômicas nas áreas rurais, e lembrei-a também do seu compromisso com a cidade, coisa que ela prontamente reiterou.

O projeto atenderia os jovens dos 12 povoados dos gerais em regime externo e ainda os jovens do baixio, em regime de semi-internato, 15 dias na escola e 15 dias em casa, pois é assim que essa filosofia se propõe a trabalhar com os estudantes de áreas mais distantes.

A EFA de Rio de Contas tem o apoio da Associação de Pequenos Produtores Rurais (Citrus) e espera contar também com o apoio da Prefeitura local, em benefício do desenvolvimento da agricultura e da educação no município.

A deputada federal Alice Portugal já se comprometeu a lutar pelo projeto na Câmara, em Brasília. Procurada por mim, em Vitória da Conquista, ela disse: gosto muito de Rio de Contas, tenho inclusive uma boa votação lá, mas nunca pude fazer muito pelo município. Quem sabe esse não será meu primeiro projeto para Rio de Contas?

Oxalá seja! Deus abençoe Scarlett Porto, Carlos Bittencourt, Alice Portugal e todos aqueles que queiram ajudar Rio de Contas a ter uma agricultura moderna, produtiva, ecológica, assim como uma juventude rural resgatada do isolamento e antenada com o futuro.


Decadência

Do Blog do Ricardo Stumpf


O governo Municipal de Rio de Contas está numa espiral de decadência impressionante. O prefeito deixa os secretários fazerem o que querem, enquanto cuida de seus interesses particulares. O Secretário de Agricultura, que participou do curso promovido pela Associação, nos disse que possui dois agrônomos e três técnicos agrícolas na sua secretaria, e não coloca nenhum para atender aos agrcultores. Disse ainda que sabia qual era a praga que dizimou as plantações de morango no município e, no entanto, que eu saiba, não mandou o resultado para os produtores. Dá impressão de que trabalha apenas para se reeleger vereador pelo distrito de Mato Grosso (onde perdeu a última eleição). Enquanto isso, nossa Associação batalha para conseguir um técnico agrícola para atender os agricultores do município.

Não fazem nada pelos produtores rurais, vivem de reuniões e planejamentos, não dão assistência técnica nenhuma.

Assim também a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (do governo do Estado) que tem um agrônomo em Rio de Contas, que parece só trabalhar para eleger o filho do presidente da EBDA como deputado, prometendo tudo aos agricultores e não fazendo nada.

Tudo isso, ao que me consta, é crime eleitoral, mas a cidade está sem juiz e sem promotor púiblico, que defendam a cidadania desses desmandos.

Democracia não existe. Quem votou contra esse governo é perseguido e não tem direito a nada. Se surge uma obra logo aparece o assessor do Prefeito que funciona como um comissário político, para decidir quem pode e quem não pode ser contratado. Até os peões de obra são escolhidos a partir de critérios políticos.

Não há propostas em nenhuma área, tudo parado. A cultura continua nas mãos de pessoa incompetente (será que ele já leu algum livro na vida?), mais ligada ao turismo, que não deixa nada acontecer que não seja em benefício próprio.

E mesmo o turismo, cujo Secretário parece contaminado pelo imobilismo geral, está parado. Em plenas férias escolares no sul/sudeste/centro-oeste, a cidade está vazia, enquanto Lençóis fervilha de turistas.

A Secretária do Meio Ambiente, minha amiga de tantos anos, deixou de falar comigo devido às minhas críticas ao prêmio de Cidade Baiana da Cultura, dado a uma cidade que oprime os artistas e persegue a inteligência e a criatividade. Essa foi realmente uma decepção muito grande, ver uma pessoa inteligente como ela se bandear para o lado desse tipo de política mesquinha.

De resto ninguém faz mais nada, a não ser exibir carros novos e se encontrar em rodinhas no restaurante Quintal para comemorar sua hegemonia sobre a cidade.

Mas tenho fé que dentro de dois anos esse grupo infeliz que se apoderou do poder em Rio de Contas será banido pelos eleitores e, quem sabe, teremos um(a) Prefeito(a) empreendedor(a), capaz de construir um futuro de democracia e prosperidade para esta terra abençoada.

Por questões de saúde na minha família estou me ausentando da cidade, voltando a residir em Brasília. Levo comigo a mágoa de ver nossas esperanças neste governo frustradas desta maneira, mas também levo a certeza de que a mudança virá.

Água mole em pedra dura...


FETAG em Rio de Contas


A Federação dos Trabalhadores na Agricultura - FETAG, iniciou uma promissora colaboração com a CITRUS - Associação dos Pequenos Produtores Rurais de Rio de Contas, no sentido de fornecer assistência técnica aos seus associados, em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Rio de Contas.

Os pequenos proprietários do município não contam até hoje com a Assistencia Técnica e Extensão Rural (ATER) que necessitam para desenvolver suas funções, de forma a aumentar a produtividade e a renda através da introdução do planejamento e de novas técnicas de plantio, adubação, poda e comercialização, se libertando do atraso, do isolamento e dos atravessadores.

Região de vocação agrícola muito forte, Rio de Contas é dominada pelas pequenas propriedades e pela agricultura familiar, mas tem sua produção prejudicada pela falta de informações e apoio técnico dos órgãos de governo.

Para dar início a esta colaboração foi realizada em Rio de contas, no dia 18 de julho, um curso de adubação orgânica promovido pela CITRUS, que convidou o agrônomo da FETAG, Rodrigo Haun para explicar essa nova técnica. Abaixo vemos fotos da parte prática do curso, ministrado em uma propriedade rural.

O composto orgânico que vai servir de adubo folear (pulverizado sobre as folhas) é produzido com restos de comida, cinzas, esterco de vaca e outros materiais facilmente encontráveis nas propriedades rurais, com adição apenas de um micronutriente comprado no comércio, cujo valor não ultrapassa R$6,00. Depois de 20 dias o composto é coado, diluído em água e aplicado, servindo ao mesmo tempo de adubo e repelente contra pragas. O resultado dessa técnica já pode ser sentido pelos horticultores de Anagé, cuja produção triplicou em pouco tempo, aumentando produção e renda dos agricultores (veja vídeo a respeito em www.ibahia.com/bahiarural videos do dia 11/07 - agricultura orgânica no sudoeste e chapada).

A intermediação entre CITRUS e FETAG foi feita pelo vereador Jean Fabrício, de Vitória da Conquista, que é candidato à deputado estadual pelo PCdoB. Esperamos que, se eleito, Fabrício continue colaborando para o desenvolvimento do associativismo e da produtividade da agricultura na região da chapada diamantina e dialogando com os movimentos sociais de Rio de Contas.

Os interessados em pegar a receita, assim como a apostila do curso, procurar Aníbal Junior em Rio de Contas, na Ourivesaria Belas Artes (em frente à Padaria Belo Pão) ou pelo e-mail renascerrc@gmail.com.

domingo, 8 de agosto de 2010

Repasse de verbas para Rio de Contas - Julho de 2010


O cidadão que deseja conhecer os valores repassados às prefeituras municipais pode acessar o Demonstrativo de Distribuição de Arrecadação no site do Banco do Brasil (no campo nome do beneficiário insira o nome da sua cidade). O link é:

https://www13.bb.com.br/appbb/portal/gov/ep/srv/daf/index.jsp

Para o mês de julho a prefeitura de Rio de Contas totalizou os seguintes valores:

TOTAL DOS REPASSES NO PERIODO

Débito Benef. = 228.871,42 D
Crédito Benef. = 911.709,19 C

No site é possivel verificar os repasses detalhados das seguintes receitas:

FPM - FUNDO DE PARTICIPACAO DOS MUNICIPIOS
FEP - FUNDO ESPECIAL DO PETROLEO
ICMS - DESONERACAO DAS EXPORTACOES LEI 87/96
ITR - IMPOSTO TERRITORIAL RURAL
ICS - ICMS ESTADUAL
FUS - FUNDO SAUDE
IPM - IPI EXPORTACAO - COTA MUNICIPIO
CID - CIDE-CONTRIB. INTERVENCAO DOMINIO ECONOMICO
FUNDEB - FNDO MANUT DES EDUC BASICA E VLRIZ PROF EDUCAÇÃO
SNA - SIMPLES NACIONAL
IPV - IPVA-IMPOSTO SOBRE PROP. VEICULOS AUTOMOTORES
IES - FIES-FUNDO INVEST.ECONOMICO SOCIAL DA BAHIA

Por conter inúmeros valores colocamos aqui apenas o valor global, para saber detalhadamente os valores individuais de cada repasse é só acessar o referido link.

Fonte: DAF - Distribuição de Arrecadação Federal


quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Lira dos Artista recebe apoio do Governo do Estado

A Sociedade Musical e Beneficente Lira dos Artista receberá R$ 26.000,00 através do Programa de Fomento às Filarmônicas do Estado da Bahia da Fundação Cultural do Estado da Bahia. A publicação ocorreu no Diário Oficial do Estado da Bahia na edição de 31 de julho e 1º de agosto de 2010.

Concorreram diversas filarmônicas que tiveram suas pontuações obtidas a partir da aplicação dos critérios publicados em D.O.E de 24 de julho de 2010 e as definições do valores máximos destinados a cada filarmônica contemplada. Os valores deverão ser aplicados nas aquisições de instrumentos e acessórios para instrumentos musicais, aquisição de fardamento e consertos em instrumentos musicais.


terça-feira, 3 de agosto de 2010

Chapada recebe oficinas de educação patrimonial até setembro

Aproveitando a notícia reproduzimos e-mail recebido pelo blog:

Gostaria de saber se haverá alguma programação na cidade de Rio de Contas na semana de 16 a 22 de agosto próximo, dado que no dia 17 se comemora o dia do Patrimônio Histórico. Periodicamente conduzimos turmas de estudantes da UEFS para a cidade, cuja história e características singulares são objeto de estudo para várias disciplinas. A oportunidade de realizar uma investigação de campo e participar de alguma programação sobre o Patrimônio de Rio de Contas seria excelente.

Para tanto, contamos com essa preciosa informação.

Atenciosamente, Esequias Freitas
Professor do Deptº de Letras e Artes

Confiram a notícia da Agecom

Seis municípios da Chapada Diamantina - Palmeiras, Lençóis, Iraquara, Wagner, Morro do Chapéu e Seabra - vão contar, até setembro, com cerca de 360 residentes locais multiplicadores de Educação Patrimonial graças à realização de mais uma etapa das oficinas do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultura da Bahia (Ipac), órgão da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

Outros municípios da região foram beneficiados com a ação desenvolvida pelo Ipac, desde 2007, por meio de exposições itinerantes, palestras e encontros como o Fórum Estadual de Patrimônio Material, realizado em Lençóis, em 2008, com a participação de 210 prefeitos. Também foram desenvolvidas outras ações em parcerias entre a Universidade Federal da Bahia, prefeituras locais e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) para Pesquisa e Manejo dos Sítios de Arte Rupestre.

“Promovemos ainda vistorias e orientações técnicas em imóveis e monumentos de importância arquitetônica e histórica para municípios da região, além da coordenação das obras do Programa Monumenta, em Lençóis, que já investiu aproximadamente R$ 8 milhões somente nessa cidade”, diz o diretor do Ipac, Frederico Mendonça.

Nesta etapa do Projeto de Educação Patrimonial do Ipac são promovidas atividades de mobilização e sensibilização, identificação de bens culturais importantes para as comunidades, além de oficinas de conservação de objetos, papéis e documentos. Complementam a programação, as oficinas de bens edificados, documentação fotográfica, montagem e exposição de objetos, documentos, depoimentos, documentários e iconografia sobre a história de cada cidade. Todas as oficinas têm 20 horas de duração.

“Começamos com a temática Guardados e Achados - Memória do Lugar buscando valorizar os bens culturais de cada localidade”, explica a coordenadora do projeto, Ednalva Queiroz. Podem se inscrever, professores, estudantes, lideranças comunitárias e religiosas, artistas e artesãos, gestores, proprietários de bens culturais, colecionadores e guias turísticos, entre outros interessados.

As oficinas contam com a participação do arqueólogo e professor da Ufba, Alvandyr Dantas Bezerra, coordenador técnico do Circuito Arqueológico da Chapada Diamantina. “É importante que os residentes no entorno de sítios arqueológicos, lideranças e representações de quilombolas, dos aldeamentos indígenas e outras minorias, também se inscrevam, como forma de legitimar ações públicas de proteção aos bens culturais”, enfatiza Ednalva. As atividades propõem envolvimento das comunidades na conservação dos patrimônios culturais, releitura da história local e fortalecimento da identidade cultural.

Especificamente com os municípios dessa etapa, o trabalho é feito sobre o Circuito Arqueológico da Chapada Diamantina, que é uma ação de parceria entre Ipac, Ufba e secretarias estaduais, envolvendo formadores de opinião, transmitindo informações básicas sobre patrimônio e a importância da preservação”.

Para se inscrever nas oficinas os interessados devem procurar a prefeitura local e buscar mais informações pelos telefones (71) 3116-6737 e 9625-1409 ou pelo e-mail cepa.ipac@ipac.ba.gov.br.

Artesãos comemoram resultados da terceira edição da rodada de negócios

Da Agecom

Após dois dias de negociação bem sucedida direta entre artesãos e empresários, foi encerrada nesta quinta-feira (29), a terceira edição da Rodada de Negócios, com um saldo de vendas que manteve as boas marcas dos anos anteriores e deixou satisfeitos todos os participantes.

O evento foi realizado no Hotel Mercure, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, e reuniu 32 compradores de todo o Brasil e 40 artesãos baianos, representantes de 21 comunidades artesanais do interior da Bahia, onde o Instituto Mauá e o Sebrae, responsáveis pela promoção, desenvolvem atividades, como cursos de capacitação e aquisição de produtos.

Novos mercados
“Nós, habitualmente, temos contato com pequenos lojistas e, num evento desses, além de trabalhar com as grandes redes de lojas, com um potencial de compra muito maior, descobrimos novos mercados. Então, pra nós, foi muito gratificante e estamos tendo um retorno muito bom”, comemorou a presidente do Bem Bahia Arte e Artesanato, Selma Santos.

O presidente da Associação de Auxílio Mútuo dos Oleiros de Maragogipinho, Denisval de Souza, que participou do evento pelo segundo ano consecutivo, também estava feliz com os mais de R$ 2 mil em vendas e a expectativa de negócios futuros. “A gente ainda vai negociar pedidos de encomendas, e os clientes têm se mostrado empolgados para fechar novos negócios”, afirmou.

Além de Maragogipinho, a terceira Rodada de Negócios reuniu associações dos municípios de Santa Brígida, Esplanada, Nova Soure, Saubara, Entre Rios, Valente, Rio de Contas, Vitória da Conquista, Rodelas, Iaçu, São Sebastião do Passe e Lauro de Freitas.

Participaram ainda artesãos autônomos de Salvador, que tiveram a oportunidade de comercializar suas peças frente a frente, sem qualquer intermediação, com lojistas de toda a Bahia e dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Brasília, Rio Grande do Norte e Ceará.

“A avaliação dos empresários também foi fantástica. Primeiro, porque aumentamos o tamanho do evento e, a partir de pesquisa feita junto a consultores de mercado, desenvolvemos novos produtos; inclusive, com a possibilidade de criar peças exclusivas para cada lojista, com pequenos detalhes com a cara da empresa, dentro do que o cliente pede, criando pequenas diferenças sem descaracterizar o artesanato”, destacou a consultora do Sebrae/BA, Marília Falcão. Para ela, a parceria do órgão com o Instituo Mauá é fundamental para o sucesso do evento. “O Mauá é imprescindível; é parceiro nosso já há algum tempo, nos apoia em tudo, e têm artesãos que enriquecem com a diversidade e qualidade de produtos”, ressaltou.

JUSSIAPE: Vice-prefeito deixa a cidade e crise continua

Juscelino Souza | A TARDE

Um dia depois de assumir o cargo de prefeito de Jussiape por determinação da Justiça em substituição ao titular cassado Vagner Neves Freitas (PTB), o vice Procópio Pereira de Alencar (PSC) desapareceu da cidade, deixando a cadeira para o presidente da Câmara, Jadiel Muniz (PTB).

A ausência não interrompeu os serviços essenciais. Todos os secretários estão mantidos, assim como os 450 funcionários da prefeitura. “Em nenhum momento houve interrupção no atendimento. Está tudo normal”, garantiu o médico Cristiano Rebouças.Segundo pessoas ligadas ao vice, que tomou posse na quinta-feira passada, ele está em Salvador resolvendo problemas pessoais. “Como a cidade vive um momento delicado, tudo se transforma em especulação, mas Procópio está bem e vai retornar quarta-feira para colocar a casa em ordem”, garantiu um correligionário, que preferiu não se identificar.

A TARDE procurou Procópio Alencar, mas ele não foi localizado até o final desta edição. No dia da posse, Procópio disse temer pela sua vida, citando nominalmente o prefeito.“ Eu temo que algo possa me acontecer porque Vagner Neves é muito violento e estava dizendo que não ia entregar o cargo”, afirmou. A liminar que lhe garantiu a posse foi deferida pelo juiz substituto Pablo Vinício Silva.

O prefeito foi cassado por seis votos a dois sob alegação de infração político-administrativa e quebra de decoro por ter xingado os parlamentares de “ladrões”. Vagner Neves não se pronunciou sobre o sumiço de Procópio Pereira.


segunda-feira, 2 de agosto de 2010

XII Corrida Ecológica Brumado a Rio de Contas

Dia 05 de Setembro de 2010

Largada em frente ao Ginásio de Esportes Antônio Alves Ribeiro

As 9:00h

------------------------

Categoria Ciclismo Elite
1º Lugar – Troféu R$ 500,00
2º Lugar – Troféu R$ 250,00
3º Lugar – Troféu R$ 150,00
4º Lugar – Troféu R$ 100,00
5º Lugar – Troféu R$ 50,00

Categoria ciclismo Máster A
1º Lugar – Troféu R$ 150,00
2º Lugar – Troféu R$ 100,00
3º Lugar – Troféu R$ 50,00

Categoria Ciclismo Máster B
1º Lugar – Troféu R$ 150,00
2º Lugar – Troféu R$ 100,00
3º Lugar – Troféu R$ 50,00

Categoria Ciclismo Máster C
1º Lugar – Troféu R$ 150,00
2º Lugar – Troféu R$ 100,00
3º Lugar – Troféu R$ 50,00

Categoria Ciclismo Veterano
1º Lugar – Troféu
2º Lugar – Troféu

Metas Volante Ciclismo Geral
Km 20 R$ 50,00
Km 40 R$ 50,00
Km 60 R$ 50,00

Prêmio Rei da Montanha de Ciclismo Geral
R$ 100,00

Categoria MTB Elite
1º Lugar – Troféu R$ 500,00
2º Lugar – Troféu R$ 250,00
3º Lugar – Troféu R$ 150,00
4º Lugar – Troféu R$ 100,00
5º Lugar – Troféu R$ 50,00

Categoria MTB Master
1º Lugar – Troféu R$ 150,00
2º Lugar – Troféu R$ 100,00
3º Lugar – Troféu R$ 50,00

Metas Volante MTB Geral
Km 20 R$ 50,00
Km 40 R$ 50,00
Km 60 R$ 50,00

Prêmio Rei da Montanha de MTB Geral
R$ 100,00

Categoria Feminino
1º Lugar – Troféu
2º Lugar – Troféu
3º Lugar – Troféu

-----------------------------
*Valor da inscrição R$ 40,00
Banco do Bradesco c/c 27.161-6 - Ag. 3009
Favorecido: Alecarlos Neves Pires
ENVIE FAX DO COMPROVANTE PARA 77 3441-3275
FAÇA SUA INSCRIÇÃO ANTECIPADA
E GANHE A CAMISA DA CORRIDA ECOLÓGICA