terça-feira, 10 de agosto de 2010

Decadência

Do Blog do Ricardo Stumpf


O governo Municipal de Rio de Contas está numa espiral de decadência impressionante. O prefeito deixa os secretários fazerem o que querem, enquanto cuida de seus interesses particulares. O Secretário de Agricultura, que participou do curso promovido pela Associação, nos disse que possui dois agrônomos e três técnicos agrícolas na sua secretaria, e não coloca nenhum para atender aos agrcultores. Disse ainda que sabia qual era a praga que dizimou as plantações de morango no município e, no entanto, que eu saiba, não mandou o resultado para os produtores. Dá impressão de que trabalha apenas para se reeleger vereador pelo distrito de Mato Grosso (onde perdeu a última eleição). Enquanto isso, nossa Associação batalha para conseguir um técnico agrícola para atender os agricultores do município.

Não fazem nada pelos produtores rurais, vivem de reuniões e planejamentos, não dão assistência técnica nenhuma.

Assim também a Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (do governo do Estado) que tem um agrônomo em Rio de Contas, que parece só trabalhar para eleger o filho do presidente da EBDA como deputado, prometendo tudo aos agricultores e não fazendo nada.

Tudo isso, ao que me consta, é crime eleitoral, mas a cidade está sem juiz e sem promotor púiblico, que defendam a cidadania desses desmandos.

Democracia não existe. Quem votou contra esse governo é perseguido e não tem direito a nada. Se surge uma obra logo aparece o assessor do Prefeito que funciona como um comissário político, para decidir quem pode e quem não pode ser contratado. Até os peões de obra são escolhidos a partir de critérios políticos.

Não há propostas em nenhuma área, tudo parado. A cultura continua nas mãos de pessoa incompetente (será que ele já leu algum livro na vida?), mais ligada ao turismo, que não deixa nada acontecer que não seja em benefício próprio.

E mesmo o turismo, cujo Secretário parece contaminado pelo imobilismo geral, está parado. Em plenas férias escolares no sul/sudeste/centro-oeste, a cidade está vazia, enquanto Lençóis fervilha de turistas.

A Secretária do Meio Ambiente, minha amiga de tantos anos, deixou de falar comigo devido às minhas críticas ao prêmio de Cidade Baiana da Cultura, dado a uma cidade que oprime os artistas e persegue a inteligência e a criatividade. Essa foi realmente uma decepção muito grande, ver uma pessoa inteligente como ela se bandear para o lado desse tipo de política mesquinha.

De resto ninguém faz mais nada, a não ser exibir carros novos e se encontrar em rodinhas no restaurante Quintal para comemorar sua hegemonia sobre a cidade.

Mas tenho fé que dentro de dois anos esse grupo infeliz que se apoderou do poder em Rio de Contas será banido pelos eleitores e, quem sabe, teremos um(a) Prefeito(a) empreendedor(a), capaz de construir um futuro de democracia e prosperidade para esta terra abençoada.

Por questões de saúde na minha família estou me ausentando da cidade, voltando a residir em Brasília. Levo comigo a mágoa de ver nossas esperanças neste governo frustradas desta maneira, mas também levo a certeza de que a mudança virá.

Água mole em pedra dura...


Um comentário:

joelito disse...

Da Seccretaria de Agricultura de Rio de Contas.
Convidamos o Sr Ricardo que venha nos fazer uma visita para conhecer os nossos trabalhos que estamos fazendo com citros e marangos no nosso Município para que o mesmo se informe melhor e depois faça seus comentários,pois não temos registro de alguma visita do mesmo em nossa Secretaria e nem nos cursos em relação a citrus promovidos pela Secretaria e EMBRAPA.