segunda-feira, 29 de junho de 2009

Filarmônica Lira dos Artistas se apresenta no 02 de Julho em Salvador

Da Prefeitura de Salvador
____________________________________

Confira a ordem do desfile para o 2 de Julho



29/06/2009 16:59

TURNO: MATUTINO


1. ESQUADRÃO ÁGUIA
2. POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (04 MOTOS E 02 VIATURAS)
3. GUARDA MUNICIPAL MOTORIZADA
4. REPRESENTAÇÃO DA MARINHA DO BRASIL
5. REPRESENTAÇÃO DO EXÉRCITO
6. REPRESENTAÇÃO DA AERONÁUTICA
7. REPRESENTAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR
8. POLÍCIA MONTADA
9. GUARDA MUNICIPAL
10. UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL REGIONAL BAHIA
11. ENCOURADOS DE PEDRÃO
12. GARIS LIMPANDO
13. ÍNDIOS GUARANIS
14. CARRO DA CABOCLA
15. BANDA DA POLÍCIA MILITAR
16. MAESTRO REGINALDO
17. AUTORIDADES
18. DELEGAÇÃO DE CAETITÉ
19. CARRO DO CABOCLO
20. BAIANAS DA ETERNA JUVENTUDE
21. KOMBI DE ÁGUA
22. MAIS SOCIAL
23. DELEGAÇÃO DE ILHA DE MARÉ (SAMBA DE RODA, MACULELÊ, CAPOEIRA)
24. CASA MARIA FELIPA
25. GRUPO DE TEATRO DA PM/BA - PERFORMÁTICO
26. NUCLEO AFRO - BRASILEIRO DA POLÍCIA MILITAR - NEAFRO
27. CONSELHO MUNICIPAL DAS COMUNIDADES NEGRAS
28. FANFARRA DO COLÉGIO ESTADUAL DUQUE DE CAXIAS
29. INSTITUTO CENTRAL DE EDUCAÇÃO ISAIAS ALVES - ICEIA (FANICEIA - FANFARRA DO COLÉGIO ICEIA)

30. MANIFESTAÇÕES CULTURAIS (ENTRA NA ESTRADA DA RAINHA):
a)OS BACARMATEIROS DE JOANA DARC (SANTA BRÍGIDA)
b)OS GUERREIROS DE JOANA DARC (SANTA BRÍGIDA)
c)CHEGANÇA DE AREMBEPE (AREMBEPE)
d)BARQUINHA DO BOM JESUS (BOM JESUS DOS POBRES)
e)MAMULENGO DA BAHIA (BONECÕES E BUMBA-BOI)

31. FILARMÔNICAS (ENTRA NA ESTRADA DA RAINHA):
a)SOCIEDADE FILARMÔNICA MINERVA (MORRO DO CHAPÉU)
b)SOCIEDADE PHYLARMÔNICA LYRA POPULAR (LENÇÓIS) - FACET
c)SOCIEDADE FILARMÔNICA AMANTE DA LIRA - QUITANDINHA
d)LIRA POPULAR MURITIBANA (MURITBA) - BOQUEIRÃO (PARTE DE BX)
e)SOCIEDADE MUSICAL BENEFICENTE LIRA ARTISTAS (RIO CONTAS) - BOQUEIRÃO (PARTE CIMA)
f).SOCIEDADE LÍTERO MUSICAL 25 DE DEZEMBRO (IRARÁ)
g)SOCIEDADE FILARMÔNICA CAPITANIA DOS ILHÉUS
h)FILARMÔNICA DE BARREIRAS
ESCOLAS MUNICIPAIS (ENTRA NA LADEIRA DA ÁGUA BRUSCA):

32. FANFARRA DA ESCOLA MUNICIPAL DE FAZENDA COUTOS
33. ESCOLA MUNICIPAL HELENA MAGALHÃES
34. ESCOLA MUNICIPAL DONA ARLETE MAGALHÃES
35. ESCOLA MUNICIPAL MARIA CONSTANÇA
36. AEEC-ASSOCIAÇÃO DOS EDUCADORES DAS ESCOLAS COMUNITÁRIAS DA BAHIA
37. ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA E CULTURA PARDAL FERA
38. FANFARRA DO COLEGIO PAULO AMERICO DE OLIVEIRA
39. ASSOCIAÇÃO DOS COMISSÁRIOS E DA JUVENTUDE DO ESTADO DA BAHIA
40. COLÉGIO ESTADUAL CARNEIRO RIBEIRO FILHO - FANCARF
41. FANFARRA COLEGIO ESTADUAL BERTOLDO CIRILO DOS REIS
ENTRAM NO LARGO DA QUITANDINHA DO CAPIM:

42. SOCIEDADE EDUCACIONAL E MUSICAL DE 25 DE MARÇO
43. FANFARRA DA BOA VISTA
44. CIPÓ
45. CVV
46. GRUPO SILOÉ
47. BRAHMA KUMARIS
48. LEGIÃO DA BOA VONTADE

49. LARGO DO PELOURINHO:
a)COLÉGIO ESTADUAL AZEVEDO FERNANDES / AZEVEDO
50. GRUPO DE SAMBISTAS INDEPENDENTES
51. SOM BRASIL
52. OS FORMIGÕES - GRUPO DE SAMBA
53. POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL
54. POLICIA MILITAR
55. POVO EM GERAL

TURNO: VESPERTINO

ESQUADRÃO ÁGUIA
POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL (08 MOTOS E 02 VIATURAS)
VIATURA DA POLÍCIA MILITAR
GUARDA MUNICIPAL MOTORIZADA
POLÍCIA MONTADA (POLÍCIA MILITAR)
ENCOURADOS DE PEDRÃO
REPRESENTAÇÃO DO EXÉRCITO
REPRESENTAÇÃO DA AERONÁUTICA
ÍNDIOS GUARANIS
CARRO DA CABOCLA
MAESTRO REGINALDO
AUTORIDADES
CARRO DO CABOCLO
FANFARRA MUSICAL UNIVERSO EM DESENCANTO
KOMBI DE ÁGUA
UNIÃO DOS ESCOTEIROS
FANFARRA DRAGÕES DA BAHIA
FANFARRA COLÉGIO ESTADUAL POLIVALENTE SAN DIEGO
COLÉGIO ESTADUAL RAFAEL SERRAVALLE
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS AMIGOS DAS FORTIFICAÇÕES MILITARES E SITIOS
CEIFAR
RUA DA MISERICÓRDIA :

COLÉGIO ESTADUAL DEP. MANOEL NOVAES
FANFARRA STYLLUS DO BRASIL
LADEIRA DA MONTANHA:
FANSIB - FANFARRA MUNICIPAL IZADORIA BORGES (SÃO FRANCISCO DO CONDE)
TANMUTAN- FANFARRA MUNICIPAL DE TANQUINHO (TANQUINHO)
FAMSLUZ-FANFARRA MUNICIPAL DE SANTA LUZ (SANTA LUZ)
FANRESSOL-FANFARRA RENASCER DO SOL (LAURO DE FREITAS)
FAMUCA - FANFARRA MUNICIPAL DE CAIRU
FAMUSE - FANFARRA MUNICIPAL DE SENTO SÉ
FANEOB - FANFARRA DO CENTRO EDUCANDÁRIO OTAVIO BORGES (EUCLIDES DA CUNHA)
FAMUNITA - FANFARRA MUNICIPAL DE ITAPICURU
GINÁSIO DO SERVIDOR
FANFARRA COMUNITÁRIA CAMPO VERDE
FANFARRA MUSICAL JUVENTUDE INDEPENDENTE
FANFARRA IMPACTO DE SALVADOR
COLÉGIO ESTADUAL DANTAS JUNIOR
ASSOCIAÇÃO CULTURAL BANDA ELITE DE SALVADOR
PIEDADE ESQUINA DO INSTITUTO HISTÓRICO E GEOGRÁFICO DA BAHIA:
SOCIEDADE FILARMÔNICA ERATO NAZARENA (NAZARÉ DAS FARINHAS)
SOCIEDADE FILARMÔNICA 30 DE MARÇO
SOCIEDADE MUSICAL LIRA DE MARACANGALHA (SALVADOR)
PIEDADE ESQUINA DA IGREJA DE SÃO PEDRO, ENTRA NA SOCIEDADE EDUCACIONAL E MUSICAL 5 DE MARÇO:
SOCIEDADE LÍTERO MUSICAL 25 DE DEZEMBRO (IRARÁ)
NO ROSÁRIO ESTARÁ POSICIONADA:
FILARMÔNICA LIRA POPULAR MURITBANA (MURITIBA)
SOCIEDADE FILARMÔNICA MINERVA (MORRO DO CHAPÉU
SOCIEDADE PHYLARMÔNICA LYRA POPULAR (LENÇÓIS)
SOCIEDADE FILARMÔNICA AMANTES DA LIRA
SOCIEDADE MUSICAL E BENEFICENTE LIRA DOS ARTISTAS (RIO DE CONTAS)
SOCIEDADE FILARMÔNICA CAPITANIA DOS IHÉUS (ILHÉUS)
FILARMÔNICA DE BARREIRAS
SAMBA DE IRARÁ (MERCÊS)
FANFARRA STYLLUS DO BRASIL
FANFARRA MUSICAL DO SALVADOR
FANFARRA INTEGRAÇÃO
VIATURA DA POLICIA MILITAR
POVO EM GERAL

domingo, 28 de junho de 2009

Tratamento de esgoto vira motivo de polêmica no sul do estado

Do Jornal A Tarde
________________________________________________
A construção de uma estação de tratamento de esgoto está provocando polêmica no município de Livramento de Nossa Senhora (a 717 km de Salvador). A obra fica situada na cidade vizinha, Rio de Contas, a apenas 9 km de Livramento, e vai servir para tratar o esgoto que, atualmente, é lançado no Rio Brumado.


O manancial abastece os municípios de Livramento e Dom Basílio. Mesmo com a realização de duas audiências públicas, a população dessas cidades se mostra bastante apreensiva, com medo de contaminação e que o projeto cause problemas ecológicos. O caso foi parar no Ministério Público.

Como Rio de Contas não possui sistema de esgotamento, pois preserva a estrutura arquitetônica do período colonial, grande parte dos dejetos sanitários acaba sendo lançada no Rio Brumado. Para solucionar isso, a Embasa está implantando um sistema de saneamento e tratamento do esgoto na cidade.

Segundo a empresa, o Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) contabilizou que a água tratada que vai passar a ser despejada no rio terá, pelo menos, mil coliformes fecais por cada 100 ml, o que corresponde a 10%. Este percentual é considerado o ideal pela Embasa, que afirma ser bastante inferior à quantidade atual do rio. Porém não foi apresentada análise que comprove os dados.

DIVISÃO – O assunto divide a cidade. Representantes da prefeitura afirmam não haver problemas. Já os vereadores se colocam, por unanimidade, contra a execução do projeto. “Mesmo que a água venha a ser tratada, nós, vereadores, nos posicionamos contra porque não temos a certeza de que isso ocorra 100%”, disse o presidente da Câmara Municipal, Ilídio de Castro.

Para ele, haverá consequências para o meio ambiente e também para a população da cidade, que consome a água do Rio Brumado. Só nos dois últimos meses, aconteceram duas audiências públicas com a participação de técnicos da Embasa para explicar a finalidade da obra, mas a polêmica continua.

“As pessoas não se sentem convencidas”, contou Castro. A Câmara Municipal procurou, inclusive, o Ministério Público (MP) e já prepara manifestações para barrar a construção. De acordo com a promotora Maria Imaculada Jued Moysés, o caso está sendo apurado.

EXPECTATIVA – A decisão do MP deve sair nos próximos dias. O radialista Antônio Carlos Santos, morador do município de Rio de Contas, disse que a obra vai beneficiar o turismo da região. “Agora, as pessoas que vierem nos visitar podem ficar tranquilas com relação à qualidade da água. Todo mundo vai poder curtir a cachoeira do rio numa boa”, destacou.

A vendedora Suzana Aguiar, de Livramento, afirmou que a população não está inteiramente esclarecida. Dono de um restaurante, Brandino Rocha de Souza, que reside na mesma cidade, também aponta falta de informações. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Livramento, Raimundo Pereira Riqueza, a Embasa não convence a população com suas explicações.

“A preocupação maior é sobre o consumo da água”, disse. Para o produtor de manga Gutemberg Carneiro, a água do Rio Brumado precisa ser examinada urgentemente pela Secretaria da Saúde de Livramento. “A gente teme que a água contamine nossa produção. Eu tenho comprado água para beber”.

QUEIXA – Em abril deste ano, o Ministério Público de Rio de Contas recebeu queixa da prefeitura municipal alegando que a construção estava causando problemas na preservação do patrimônio histórico da cidade e prejudicando a vegetação próxima ao rio. Na audiência pública realizada em maio para discutir o caso, foi firmado um acordo entre MP, prefeitura, Embasa e empresa executora do projeto.

O acordo, que deve ser assinado nas próximas semanas, estabelece que não haja degradação ambiental e do patrimônio. O projeto de construção do sistema de esgotamento em Rio de Contas teve início em 2004. A previsão é que seja finalizada até agosto deste ano.

Fonte: Jornal A Tarde

quinta-feira, 25 de junho de 2009

A saúde Pública, o Saneamento e a Despoluição do Rio Brumado

Embasa divulga Nota Técnica acerca do tratamento a ser dado ao esgoto de Rio de Contas


A relação entre a saúde pública e o saneamento sofreu influências do desenvolvimento político e econômico da formação do Estado Brasileiro. No passado, a maior parte das ações de saneamento era realizada individualmente, solução possível pela ausência das grandes aglomerações urbanas, pelo baixo potencial poluidor da produção de esgotos e pelas boas condições de autodepuração dos cursos d’água.


Com a mudança do perfil eminentemente rural para urbano da população brasileira, num espaço de tempo que praticamente se reduz aos últimos quarenta anos do século passado, as soluções individuais deixaram de ser eficazes, sendo progressivamente substituídas, nas cidades, pelas soluções coletivas, os sistemas de esgotamento sanitário – SES.

Embora reconhecido pela maioria da população brasileira como fundamental para a saúde pública e para o meio ambiente – a frase “investir 1 real no saneamento economiza 4 nos gastos com a saúde” raramente é contestada - o saneamento não teve no passado a prioridade que deveria.

Os déficits de cobertura dos serviços de saneamento no Brasil, menor no abastecimento de água e enorme no esgotamento sanitário, (cerca de 70% da população brasileira não tem acesso a um sistema adequado de coleta e tratamento de esgotos domésticos) são responsáveis por doenças com origem na água contaminada, que levam à ocupação da metade dos leitos disponíveis do sistema SUS.

A Embasa, enquanto empresa responsável pela execução da política de saneamento ambiental do Estado da Bahia, em articulação com a União, o Governo do Estado da Bahia e os municípios, tem investido para a diminuição deste déficit, buscando a universalização do acesso aos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

Os esgotos são o resultado do uso doméstico da água potável, que retorna para a natureza com uma qualidade pior do que foi fornecida, necessitando serem coletados, conduzidos, receberem o tratamento adequado numa estação projetada para este fim e finalmente, serem dispostos de volta na natureza, sem risco para o meio ambiente e/ou a saúde pública. Os sistemas de tratamento de esgotos estão chegando tardiamente às casas das pessoas, uma vez que o abastecimento de água acabou sendo priorizado ao longo do tempo, na ausência de recursos para a totalidade dos serviços. A Embasa tem enfrentado dificuldades obter a adesão dos usuários aos sistemas de esgotamento, seja pela incompreensão de que se trata de um novo serviço, mais caro e que demanda mais cuidados do que o sistema de abastecimento de água, seja pelo impacto financeiro nas contas de água. Isto é agravado pelo fato de que os maiores déficits se concentram nas periferias das grandes cidades e nos pequenos municípios, exatamente onde há maior dificuldade de pagamento pelo serviço.

A localização das estações de tratamento de esgotos tem se revelado um problema adicional, seja pela não disponibilidade de áreas, seja pelo desejo da população de não tê-las como vizinhas.
A estas dificuldades, vem agora somar-se o desconhecimento como um entrave: supostamente, as cidades de montante, ou que estão rio acima numa bacia hidrográfica, com a construção de seus sistemas de esgotamento sanitário, estariam poluindo as que estão a jusante, ou rio abaixo. Dentro desta lógica enviezada, as bacias só poderiam ser ocupadas por uma única cidade, sob pena de todas as outras estarem condenadas, juntamente com seus habitantes, a consumirem água contaminada.

Felizmente o raciocínio torto e equivocado não resiste aos fatos. Basta que se observe as bacias dos rios Paraguaçu, Contas, Grande, São Francisco, do Antônio, Brumado, Pojuca e outras tantas, para se verificar que a autodepuração destes rios, ou seja, o tratamento natural que é feito pelos microorganismos que habitam os rios devolve a qualidade necessária à água para que ela possa ser adequada a todos os seus usos, inclusive o abastecimento humano e a irrigação. Em todas estas bacias e outras, a qualidade da água permite a sua captação, tratamento e distribuição para o abastecimento humano.

Os sistemas de esgotamento sanitário são projetados para reproduzir, num tempo menor e numa área mais restrita, com a incorporação de tecnologia, os mesmos processos que ocorrem na autodepuração dos rios, com a mineralização da matéria orgânica que chega até a estação pelo sistema de coleta e a destruição dos microorganismos patogênicos presentes nos esgotos, que poderiam contaminar a água. No caso específico do sistema da cidade de Rio de Contas, foi projetada ao final do processo uma lagoa de maturação, onde a radiação ultravioleta do sol promove o ataque ao sistema reprodutor das bactérias, limitando o seu número aos parâmetros exigidos pela legislação, de 1.000 coliformes termotolerantes por 100 ml de água. É importante observar que este limite se refere ao uso da água para contato direto, ou seja, os efluentes tratados do sistema estão dentro dos limites permitidos pela legislação para balneabilidade.

O contato direto com os efluentes, portanto, não causará problemas a banhistas, segundo exige a Lei. Estes efluentes serão ainda diluídos na água do rio. Para ser distribuída, a água será captada pelo sistema de abastecimento de água da Embasa, passará por tratamento e receberá um bactericida, o cloro, garantindo a total ausência de coliformes na água, como exige a Portaria que regula a qualidade da água tratada, a Portaria 518 do Ministério da Saúde.

É importante notar que ainda hoje, infelizmente, os esgotos domésticos produzidos nas cidades, na sua maioria, são lançados in natura nos rios, como é o caso da cidade de Rio de Contas, que os lança sem tratamento no Rio Brumado. O sistema de esgotamento sanitário de Rio de Contas irá, portanto, contribuir para a melhoria da saúde pública, da qualidade de vida da população e para a despoluição do Rio Brumado. A Estação de Tratamento de Esgotos de Rio de Contas será constituída de um tratamento prévio que retém os resíduos sólidos, seguido de digestores anaeróbios de fluxo ascendente, lagoas facultativas e de maturação. A rota tecnológica escolhida apresenta excelente eficiência de tratamento e deve cumprir com dois objetivos: a proteção ambiental, por meio da remoção da carga orgânica representada pela Demanda Bioquímica de Oxigênio – DBO, e a proteção da saúde humana, por meio da remoção de organismos patogênicos, que afetam diretamente a saúde humana. A ETE Rio de Contas atenderá aos padrões de qualidade das águas do Rio Brumado, consideradas de Classe 2 de acordo com a Resolução CONAMA Nº 357/05, sem prejuízo de nenhum uso das águas a jusante do ponto de lançamento dos efluentes tratados.


O escoamento no emissário será por gravidade, com ponto de lançamento situado a jusante da Cachoeira do Fraga, conforme recomendação técnica do Órgão licenciador, à época o Centro de Recursos Ambientais - CRA, atualmente Instituto de Meio Ambiente - IMA. O empreendimento obteve Licença Simplificada emitida pelo IMA em 20/04/2006, por meio da Portaria 6817/06.
Como se pode avaliar a eficiência e eficácia do sistema de esgotamento sanitário? Isto é feito por meio de um programa de monitoramento, que evidenciará a qualidade dos efluentes tratados e da água do rio, numa freqüência adequada. O monitoramento do SES contará com a participação e acompanhamento de representantes da população de Rio de Contas e será a ferramenta adequada de verificação e ajustes do tratamento de esgotos. Estes resultados também serão disponibilizados para a população de Dom Basílio e Livramento.

Salvador, 16 de junho de 2009.
Júlio César Rocha Mota
Superintendente de Meio Ambiente e Projetos

Fonte: O Mandacaru

População quer água 100% pura


Pelo que reafirmou, através de seus representantes, na “reunião comunitária” que realizou, dia 22 de junho, em Livramento de Nossa Senhora, Bahia, “com o objetivo de esclarecer a população”, a Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento) vai mesmo despejar no Rio Brumado, afetando uma das mais belas cachoeiras do Brasil, os dejetos a serem coletados pelo sistema de esgotamento sanitário da vizinha cidade de Rio de Contas.

Durante o encontro, solicitado e conduzido pelo prefeito de Livramento, Carlos Roberto Souto Batista, os representantes da Embasa Virgílio Bandeira Chagas Neto e Júlio César Rocha Mota fizeram um minucioso relato dos processos de tratamento de água e do esgoto gerado pelos aglomerados urbanos, demonstrando os riscos, principalmente para a saúde humana, resultantes da falta de tratamento e mostraram as tecnologias hoje disponíveis para solução do problema.

De forma bastante didática, esforçaram-se para deixar claro que os meios atualmente aplicados no referido tratamento eliminam qualquer risco para a saúde da população e as lavouras, desde que haja o monitoramento adequado. Em conclusão, garantiram que será dessa forma que acontecerá com relação ao sistema de Rio de Contas, em implantação, que em nada prejudicará, segundo acrescentaram, as populações a vazante.
CONTRA POLUIÇÃO DO RIO

No tempo para perguntas, várias pessoas se manifestaram, entre elas, alguns vereadores de Livramento, que foram unânimes em condenar a poluição do Rio Brumado e da Cachoeira de Livramento, mas também aceitaram os esclarecimentos da Embasa. Os principais questionamentos e preocupações, entretanto, partiram de pessoas do auditório, que ficou lotado, em sua maioria de servidores municipais.

Houve forte manifestação de inconformismo contra o lançamento dos dejetos da cidade Rio de Contas no Rio Brumado, mesmo com a garantia, dada pelos representantes da Embasa, de que serão tratados antes. Principalmente entre os jovens, a preocupação maior, além dos riscos para a saúde da população e contaminação das lavouras, foi em relação à possibilidade, no futuro, de morte do rio e da cachoeira de Livramento.

Uma senhora polarizou a platéia ao alertar, com veemência, na sua visão leiga, para os graves riscos representados pelo que chamou “porcarias” que virão de Rio de Contas e indagou do diretor da Embasa se não haveria outro lugar para despejá-las, que não fosse o Rio Brumado, ao que ele respondeu que “só no céu”.

Os representantes da Embasa foram categóricos em dizer que os dejetos serão lançados no Rio Brumado somente depois de passar por moderno processo de tratamento. Negaram qualquer risco para a saúde da população que vive rio abaixo, bem como a possibilidade de contaminação das lavouras e que, para tanto, o sistema será devidamente monitorado.
SE POR ACASO, NÃO DER CERTO?

Engenheiro Eduardo Araújo: "Só no Céu"

Para reforçar a afirmação, o diretor da empresa, Eduardo Araújo, chegou a afirmar que se o sistema anunciado não der certo, será implantado equipamento auxiliar de desinfecção. Ante ponderação do jornalista Raimundo Marinho, de que o “se não der certo” poderia induzir falta de confiabilidade, ele reagiu exasperado, dizendo que isso era uma maledicência do jornalista, alertando a platéia para que, se isso fosse colocado no “seu blog” (do jornalista), seria mentira. Ou seja, era para colocar que ele não disse o que disse.

Aliás, o Sr. Eduardo Araújo, que se declarou casado com uma livramentense (prima da primeira dama do município de Livramento, D. Suzete Spínola), pareceu mais preocupado em desqualificar as denúncias da mídia contra a poluição do Rio Brumado, especialmente as feitas pelo jornalista Raimundo Marinho, dizendo que eram mentiras. Aparentemente nervoso e irado, por várias vezes, ameaçou abandonar a reunião.

Disse que não estava ali para ouvir as queixas, na forma como eram colocadas. Invocando sua condição de marido de uma livramentense, falou repetidamente do apreço que tinha pelo lugar e do seu empenho no projeto, o que fez um jovem da platéia indagar se ele desejaria um “Prêmio Nobel” por isso. Até quem acompanhou a reunião pelo rádio (Porta FM) percebeu e se surpreendeu com o comportamento professoral, imperial e arrogante do engenheiro da Embasa.

O professor José Maria de Jesus, diretor do Colégio Estadual Edivaldo Machado Boaventura, de Livramento, e um grupo de jovens liderados pelo jornalista Mauri Castro e o estudante Flamarion Barbosa, tentaram apresentar fotos mostrando aspectos da poluição do Rio Brumado e da situação do esgotamento sanitário, mas foram impedidos. O prefeito Carlos Batista deu a permissão, segundo ele, democraticamente, mas para depois da reunião, que durou mais de três horas e o salão já estava vazio.

PREFEITO GARANTE MONITORAR

Ao encerrar o encontro, o prefeito Carlos Batista reafirmou seu apoio, “como médico e como gestor”, como declarou, à iniciativa da Embasa. Também manifestou protesto e desagrado contra a atuação do jornalista Raimundo Marinho, a quem se referiu apenas como “esse cidadão”, dizendo que ele “só erra contra nossa administração”. O prefeito não gostou de o jornalista ter publicado que ele, ao apoiar a decisão da Embasa, ficou contra Livramento.

Carlos Batista foi enfático ao declarar que “eu vou monitorar esse projeto”, e que “vocês podem me cobrar, que eu vou monitorar esse tratamento (da água e esgoto). Defendo aqui, em Salvador, seja onde for, eu defendo minha posição”. Incisivo, chegou a se emocionar, lembrando que mora em Livramento há 30 anos e que “nesses 30 anos nunca vi monitoramento”, referindo-se à água e aos esgotos.

De conclusivo mesmo, em relação à acalorada “reunião comunitária”, ficou, de um lado, a convicção dos manifestantes da platéia de que o melhor é não despejar no Rio Brumado, mesmo tratadas, as “porcarias” (como denominou a dona de casa indignada) da cidade de Rio de Contas.
E, de outro, a indiferença da Embasa, confirmando que vai mesmo fazer o lançamentos dos resíduos em nosso santuário ecológico. Cartazes dispostos no local e alguns pronunciamentos apontaram que a decisão da Embasa está na contramão da preocupação global diante da poluição ambiental. E dos próprios projetos oficiais, na Bahia, destinado à descontaminação e recuperação de correntes fluviais.

O QUE FICOU SEM RESPOSTA


Os técnicos da Embasa deixaram sem resposta ou, se responderam, não convenceram, o seguinte:
1. Se o tratamento dos dejetos (“porcarias”) é realmente confiável, por que o despejo foi afastado das proximidades da cidade de Rio de Contas e da Cachoeira do Fraga?
2. Por que insistir em lançar justamente no rio, se há a opção terrestre (já que no céu não é possível, como pensou o diretor Eduardo Araújo), inclusive em lagoas para reaproveitamento por Rio de Contas, na irrigação, por exemplo?
3. Porque não foram disponibilizados aos participantes da reunião cópias de documentos autorizadores do despejo, pelos órgãos ambientais, e do relatório referente ao estudo de impacto ambiental, a partir do ponto de lançamento dos resíduos?
4. Solução para as cerca de 40 comunidades rurais e do entorno da cidade de Livramento, que consomem água bruta e muitas vezes não têm recursos para adquirir água engarrafada ou equipamentos de filtragem.
5. Solução para o “pinicão” de Livramento, cuja descarga, sem qualquer monitoramento, muito contribuiu para a morte do Rio Taquari, afluente do Rio Brumado.
6. Solução para o contingenciamento do abastecimento de água de Livramento, que já se encontra no limite e sem qualquer projeto de ampliação?
7. Solução para, quando o Dr. Carlos Batista não for mais prefeito e o Sr. Eduardo Araújo não for mais diretor da Embasa, a população continuar a ter a garantia de monitoramento do sistema e a estação de tratamento de esgotos em implantação em Rio de Contas não se transformar em mais um inócuo infecto “pinicão”.

DEPOIMENTO DE JOSÉ MARIA


Jornalista Raimundo Marinho e todos que sempre acessam este site, ontem (22/06/2009) presenciei cenas não muito comum em reuniões que tenho freqüentado. Engenheiros e técnicos da Embasa mostraram o que será feito em Rio de Contas para resolver o problema dos esgotos nas ruas. E o que ficou claro foi o objetivo principal, que é melhorar a aparência e o cheiro da cidade para receber turistas.


O que ficou subentendido, também, é que parece que vai ser muito benéfico para a comunidade de Livramento, porque segundo os técnicos, a partir da inauguração da estação de tratamento, o esgoto sem tratamento e com a parte solida não vai desaguar mais no rio, mas somente a parte líquida. Temos uma experiência com o rio taquari. O que deságüe no rio é somente a parte líquida. O chorume que sai do cano é podre e mal cheiroso e até hoje não melhorou, só vem piorando e o que fazer???

Pelo que eu vi e ouvi a maioria dos livramentenses que ali estavam estão muito satisfeitos com o trabalho que está sendo feito em Rio de Contas, porque vamos receber em nossa cachoeira apenas 1000 coliformes fecais por 100 ml de água. Desse modo, a presença de coliformes fecais, que são mais facilmente detectáveis em exames de rotina de laboratório do que as formas parasitárias, indica que a água não deve ser utilizada, porque há um risco aumentado de contaminação.

Interessante, observei que, durante o evento, se distribuiu água mineral das fontes de Dias d’Avila, uma das mais conhecidas águas distribuídas na Bahia. Ninguém trouxe uma jarra de água tratada, filtrada distribuída pela Embasa em Livramento. Por que se deu isso??? Livramento atualmente é uma das cidades onde há uma enorme venda de garrafões de água mineral.

Se a água é tratada e boa, porque se dá isso??? Será que a água é boa somente pra quem não pode comprar água mineral??? Ou os de baixa renda gostariam também de tomar água mineral se tivessem condições de comprá-la??? Eis a questão!!! (Professor José Maria de Jesus).

Fonte: O Mandacaru

Espécie encontrada em Rio de Contas vira planta símbolo de Congresso Nacional




Espécie encontrada em Rio de Contas foi escolhida para ser a planta símbolo do 60º Congresso Nacional de Botânica que ocorrerá no período de 28 de junho a 03 de julho de 2009 na Universidade Estadual de Feira de Santana, Bahia.
Holoregmia viscida Nees (Martyniaceae) é uma espécie endêmica das caatingas baianas e em perigo de extinção. Em 2000, foi descoberto na estrada Real em Rio de Contas um arbusto com cerca de 2m de altura, com folhas grandes, opostas e carnosas, inteiramente coberto por tricomas glandulares e grandes flores bilabiadas com corola amarelo claro com tubo largo e internamente com pontos vermelho-vináceos, lembrando muito as flores de algumas Bignoniaceae.
Diferentemente das espécies dessa família, o fruto era drupáceo e com exocarpo verde e viscoso, que logo caia mostrando o endocarpo castanho e muito lenhoso. O espécime foi incluído em Martyniaceae, apesar de ser muito diferente das outras 15 espécies dos quatro outros gêneros da família, que são ervas anuais e com frutos com cornos ou espinhos grandes no ápice. Foi possível identificar o espécime como Holoregmia viscida Nees, gênero monotípico, descrito a partir de coleta feita pelo Príncipe Maximilian von Wied-Neuwied em 1817 nas caatingas próximas ao atual município de Jequié.
A confirmação da identificação foi feita pela comparação com o material-tipo, muito fragmentado e depositado no Herbário de Meise, Bruxelas (BR). Deve ser destacado que Stapf (1895) na revisão de Martyniaceae e Bretting & Nilsson (1998) ao apresentar a palinotaxonomia do grupo, expressaram desconhecimento do gênero. Até o presente, a espécie é endêmica das caatingas da Bahia, ocorrendo em pequenas áreas abertas, com influência dos rios de Contas e Paraguaçu, como mostrado pelo escasso material depositado nos herbários HUEFS e CEPEC.
Entre Manuel Vitorino e Jequié, foi possível observar mais de cinco indivíduos formando uma população. O indivíduo de Rio de Contas teve seu crescimento acompanhado durante dois anos, mas foi extinto pela queima da área para plantio de manga. Certamente é um gênero e sua espécie em grande perigo de extinção. O encontro inusitado do primeiro indivíduo, associado ao estudo dos outros poucos espécimes, possibilitou a publicação de uma descrição completa da espécie (Harley et al. 2003) e ajudou a inclusão do gênero na recente revisão das Martyniaceae (Ihlenfeldt 2004).
Veja ainda notícia no portal da UEFS:

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Embasa quer dar esclarecimentos

Do O Mandacaru
________________________________________________
A Embasa anunciou que realizará uma reunião comunitária, no dia 22 de junho de 2009, às 14h, na Associação dos Amigos de Livramento, em Livramento de Nossa Senhora, Bahia, para esclarecer a população sobre o processo de tratamento do Sistema de Esgotamento Sanitário de Rio de Contas, segundo informou o Sr. Júlio César Rocha Mota, superintendente de meio ambiente e projetos da empresa.

Como já amplamente denunciado e divulgado, a Embasa vai despejar no Rio Brumado, bem próximo da cachoeira de Livramento, todos os dejetos sanitários de Rio de Contas, o que representará grave risco para a saúde da população dos municípios de Livramento e Dom Basílio. Embora a empresa garanta que os dejetos serão tratados antes de lançados no rio, são mínimas as garantias nesse sentido.

É importante que haja o comparecimento do maior número possível de pessoas nessa reunião, principalmente daqueles que estão indignados com a possibilidade de perdermos nossa cachoeira. Prepare seus argumentos e seu protesto e participe, usando seu direito de cidadão. Principalmente de cidadão prejudicado por uma decisão (da Embasa) claramente danosa à coletividade.
Fonte: O Mandacaru

sábado, 20 de junho de 2009

Nova enquete já está disponível !

Após o encerramento da última enquete cuja pergunta era: "Em que área nosso município precisa de mais atenção?" o Notícias de Rio de Contas quer saber:

Qual festa popular a prefeitura deveria investir mais?

A votação e as repostas encontram se na barra lateral.

Para conhecer os resultados da última enquete acesse o link abaixo.

Para leitores, a educação em Rio de Contas é a área que precisa de mais atenção



Comemoração de Corpus Christi

Da Prefeitura Municipal de Rio de Contas
________________________________________________

As comemorações religiosas do dia de Corpus Christi, voltaram a ser celebradas com mais dedicação, amor e incentivo em Rio de Contas.

A festa do Santíssimo, realizada todos os anos com o patrocínio da Câmara Municipal e Prefeitura Municipal, além de se tratar da festa do padroeiro, tem sido, sem sombras de dúvidas, uma das mais belas da Bahia. Precedida pelas novenas, cujos novenários ficam a cada noite, ficam a cargo dos representantes dos diversos segmentos da sociedade como: professores, comerciantes, funcionários públicos, artesões, etc.

Após a última novena, na véspera da festa, a Banda Filarmônica “Lira dos Artistas”, realiza uma passeata pelas ruas, acompanhadas por autoridades que carregam brasões municipais, populares e grande número de turistas que se deleitam ante o deslumbrante colorido das lanternas que adornam as fachadas das residências, prédios públicos e comerciais. Após a passeata, realiza-se o leilão no adro da igreja, animado pela filarmônica. As prendas são arrematadas por moradores e turistas, cuja renda é destinada à manutenção da igreja.

Na quinta-feira, dia da festa, a comunidade levanta cedo, inclusive o alunado do colégio, assessorados por professores e trabalhadores da Prefeitura Municipal, se apressam em iniciar a decoração das ruas com tapetes coloridos, com figuras representativas da simbologia da festa, confeccionados com palhas de arroz, serragem, areia colorida e cal.
Momentos antes da procissão, colocam-se vasos com plantas ornamentais nas calçadas e nas janelas, toalhas e colchas artisticamente trabalhadas.

A missa solene, ponto mais alto das festividades, realiza-se às dez horas, sempre presidida pelo reverendíssimo Bispo da Diocese sediada em Livramento de Nossa Senhora, coadjuvado pelo pároco local e convidados. Conta com grande número de fiéis e turistas, autoridades locais, da região e do estado também sempre abrilhantam o evento religioso. Também animam a missa, os corais da igreja e a notável Lira dos Artistas. Da-se então a exposição e adoração do Santíssimo Sacramento.

A tarde tem lugar a procissão, a essa altura as ruas, calçadas e casas já estão adornadas para saudar a passagem do Corpus Christi, que desfila protegido por um “Pálio”, carregado por sacerdotes e autoridades locais. No percurso da procissão improvisam-se altares, em frente a algumas entidades, onde se celebra a “Benção Solene”, acompanhada da chuva de papel picado e queima de fogos de artifícios durante a elevação do “Santíssimo Sacramento”.
No encerramento da festa, os fogos de artifício mais uma vez iluminam o céu, saudando o Santíssimo com a benção final.

Neste ano, uma programação diversificada e criativa agradou a todos moradores e participantes. Além do tradicional e encantador cerimonial, aconteceram atos marcantes, como o show musical com o cantor Canidé e a tão esperada atração religiosa, a apresentação do renomado Padre Juarez de Castro que veio de São Paulo e reuniu uma multidão de fiéis espectadores. Também mereceu destaque o trajeto da procissão, que ficou maravilhoso, com a nítida devoção de todos que prestigiaram o ato maior da celebração.

A contribuição dos Sarcedotes da igreja católica, dos responsáveis pela condução dos trabalhos na Paróquia do Santíssimo Sacramento, colaboradores e do poder público municipal, foram muito importante para resgatar a participação e a espiritualidade da comunidade nos festejos.
Milhares de pessoas visitaram Rio de Contas para apreciar os tradicionais tapetes de Corpus Christi. Confeccionados pela comunidade. Vale registrar o esforço importante do Secretário de Governo João Souto, homem íntegro que se doa, que representou neste evento todo o entusiasmo, a alegria, o comprometimento, a boa vontade e a responsabilidade em fazer bem feito, João com seu dinamismo, muito bem representa a nova equipe administrativa, todo o Secretariado do Prefeito Márcio, que se doou em todos os aspectos para o brilho da festa.

A Festa de Corpus Christi, é a maior do calendário oficial das comemorações religiosas de Rio de Contas. "É muito bom ter uma cidade tão linda, que cultiva e busca resgatar suas tradições, presenteando seus filhos e visitantes, com grandes atrativos", disse o prefeito. Para Dr. Márcio Farias, foi uma grande felicidade, como devoto, como filho da terra e na qualidade de gestor, poder colaborar para que esta magnífica tradição religiosa fosse realizada com tamanho sucesso.

Dentre as autoridades presentes, registramos o Prefeito Dr. Márcio Farias, o vice-prefeito de Rio de Contas Jonas Mafra, o Presidente da Câmara Municipal de Vereadores Hudson Pitta, vereadores, lideranças, ministros da igreja católica, visitantes ilustres, convidados, muitos turistas e filhos da terra, que marcaram presença, colaborando para o fortalecimento dessa tradição que se revigora.

Para o jovem prefeito de Rio de Contas: “A Festa de Corpus Christi é um dos eventos mais importantes da cidade e proporciona um espetáculo maravilhoso de arte e religiosidade. É uma manifestação, singela, mas muito bonita porque os fiéis participam efetivamente dessa homenagem, cabe então ao gestor, buscar contribuir da melhor forma possível, oferecendo a infra-estrutura necessária, para que a comunidade siga realizando este espetáculo, essa verdadeira expressão da cultura da nossa gente” resumiu o prefeito.

Por: Samuel Rodrigues de Lima

Veja aqui as Fotos

Fonte: Prefeitura de Rio de Contas

São João em Rio de Contas


Confira as atrações do São João:



Em Marcolino Moura a festa acontecerá de 20 a 23 de junho com as atrações:

  • Xodó da Bahia
  • Chapéu de Couro
  • Luarada Banda
  • Renan Moreira
  • Chico Mia
  • Edmilson Batista
  • Banda Reprise
  • Caldo de Cana
Para Rio de Contas temos apenas a confirmação que a festa será nos dias 23 e 24 de junho.

Aos responsáveis pela organização fica aqui a nossa sugestão de uma melhor divulgação da festa a exemplo do portal lançado pelo Governo do Estado para atrair turistas ao Estado. Lá também há links para comercialização de pacotes turísticos para diversas cidades do Estado.
Por se tratar de site oficial de apoio ao turismo o custo deve ser zero e o retorno significativo.
Para Rio de Contas consta apenas a seguinte informação:

Rio de Contas

Concurso de quadrilhas e os sanfoneiros tocando forró são os destaques do São João de Rio de Contas.

Localização:

730 km de Salvador

Como chegar:

Via BR-116 ,Seabra, Piatã. / Brumado Empresa Rodoviária: Novo Horizonte (71) 3450.2224/5557 (Até Livramento).

Onde ficar:

Para saber detalhes de hospedagem, informe-se na prefeitura:
(77) 3475-2165

O portal pode ser acessado pelo site www.saojoaobahia.com.br

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Enquanto isso em Rio de Contas...

O Governo da Bahia divulgou essa semana ações com a produção de peixes a partir da técnica do uso de tanquesrede nos municípios de Vitória da Conquista, Paramirim, Caculé, Ibiassucê, Anagé, Caraíbas e Tremedal.

A matéria foi reproduzida aqui na íntegra.


Enquanto isso em Rio de Contas existe uma obra parada há alguns anos logo à jusante da barragem. Segundo consta, seria uma obra semelhante e que geraria emprego e renda ao município. Contudo, a mesma encontra-se parada.

Por não existir palca de obras não se sabe se a obra é federal, estadual, municipal ou mesmo em conjunto.
O fato é que esta é uma obra incabada e que com certeza consumiu dinheiro público.

As fotos abaixo comprova a atual situação da obra.


Esse diálogo merece reflexão!

*Diálogo construído a partir de sugestões e conversas com alguns leitores. Sobre o que estamos precisando dialogar?mande sua sugestão:

Produção de peixes em tanquesrede beneficia municípios do sudoeste

Da AGECOM
_________________________________________________
Pequenos produtores rurais de sete municípios localizados no sudoeste da Bahia estão sendo beneficiados com a produção de peixes a partir da técnica do uso de tanquesrede. Graças à distribuição de mais de 250 mil alevinos (filhotes de peixe) produzidos pela Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri), através da Bahia Pesca, feita desde o final do ano passado, já foi possível realizar a despesca, que é a captura dos peixes na fase adulta, para consumo e comercialização.


Por meio do Projeto de Unidade Demonstrativa em Tanques-rede, o trabalho vem sendo realizado nos municípios de Vitória da Conquista, Paramirim, Caculé, Ibiassucê, Anagé. Caraíba e Tremedal, onde famílias de produtores rurais capturaram durante o período da Semana Santa mais de cinco toneladas de peixe.


As estimativas feitas por técnicos da Bahia Pesca indicam que até o final deste mês a despesca nessas regiões venha a proporcionar a produção de mais de 15 toneladas de peixe do tipo tilápia.


Para o presidente da Bahia Pesca, Isaac Albagli, o principal resultado desse trabalho, que conta com a parceria da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), é de natureza social. “Isso porque, além de ser uma alternativa de alimento, a atividade de piscicultura gera renda e, através da capacitação técnica, oportunidades de emprego, principalmente para os mais jovens”, disse.


Além dos mais de 250 mil alevinos distribuídos este ano na região, a Bahia Pesca fez a entrega de 200 tanquesrede, que são utilizados pelas famílias cadastradas nas respectivas associações para produção e engorda dos pescados.


Em Ibiassucê, por exemplo, o projeto foi instalado na Barragem do Rio Jacaré e já beneficiou diretamente 17 famílias de pequenos produtores rurais da localidade de Santo Antônio.


No município de Tremedal, outras 18 famílias cadastradas na Associação de Pescadores do Açude Público de Tremedal, administrada pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), foram beneficiadas diretamente com o projeto. Ao todo, a iniciativa mantida pela Bahia Pesca já beneficia 159 famílias nesses sete municípios da região sudoeste.


Fonte: AGECOM

Produção de peixes em tanquesrede beneficia municípios do sudoeste

Pequenos produtores rurais de sete municípios localizados no sudoeste da Bahia estão sendo beneficiados com a produção de peixes a partir da técnica do uso de tanquesrede. Graças à distribuição de mais de 250 mil alevinos (filhotes de peixe) produzidos pela Secretaria Estadual da Agricultura (Seagri), através da Bahia Pesca, feita desde o final do ano passado, já foi possível realizar a despesca, que é a captura dos peixes na fase adulta, para consumo e comercialização.

Por meio do Projeto de Unidade Demonstrativa em Tanques-rede, o trabalho vem sendo realizado nos municípios de Vitória da Conquista, Paramirim, Caculé, Ibiassucê, Anagé. Caraíba e Tremedal, onde famílias de produtores rurais capturaram durante o período da Semana Santa mais de cinco toneladas de peixe.

As estimativas feitas por técnicos da Bahia Pesca indicam que até o final deste mês a despesca nessas regiões venha a proporcionar a produção de mais de 15 toneladas de peixe do tipo tilápia.

Para o presidente da Bahia Pesca, Isaac Albagli, o principal resultado desse trabalho, que conta com a parceria da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), é de natureza social. “Isso porque, além de ser uma alternativa de alimento, a atividade de piscicultura gera renda e, através da capacitação técnica, oportunidades de emprego, principalmente para os mais jovens”, disse.

Além dos mais de 250 mil alevinos distribuídos este ano na região, a Bahia Pesca fez a entrega de 200 tanquesrede, que são utilizados pelas famílias cadastradas nas respectivas associações para produção e engorda dos pescados.

Em Ibiassucê, por exemplo, o projeto foi instalado na Barragem do Rio Jacaré e já beneficiou diretamente 17 famílias de pequenos produtores rurais da localidade de Santo Antônio.

No município de Tremedal, outras 18 famílias cadastradas na Associação de Pescadores do Açude Público de Tremedal, administrada pelo Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs), foram beneficiadas diretamente com o projeto. Ao todo, a iniciativa mantida pela Bahia Pesca já beneficia 159 famílias nesses sete municípios da região sudoeste.
Fonte: AGECOM

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Setre faz certificação de profissionais em oito municípios

Da SETRE
_________________________________________________

A Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) está realizando solenidades de certificação dos cursos referente às ações do Plano Territorial de Qualificação Profissional – PlanTeq/2008, em oito municípios baianos. Os atos, com presenças de representantes da Setre, começaram, hoje (dia 10), nos municípios de Prado e Itamaraju e se estendem até a próxima semana pelas cidades de Serra do Ramalho, Livramento de Nossa Senhora, Barra da Estiva, Caetité, Rio de Contas e Ibicoara.

Estão sendo certificados 266 alunos, em 10 cursos profissionais, assim distribuídos: Itamaraju (dia 10), Auxiliar administrativo e Manutenção de micro; Prado (dia 10), Recepcionista com Informática e Pedreiro polivalente; Serra do Ramalho (dia 11), Pedreiro polivalente; Rio de Contas (dia 15), Culinária; Barra da Estiva (dia 15), Pedreiro polivalente; Ibicoara (dia 15), Mecânica de auto, Eletricista predial e Pintor; Livramento de Nossa Senhora (dia 16), Processo de fabricação de cerâmica vermelha; e Caetité (dia 16), Eletricista predial.

Os cursos fazem parte do um acordo de cooperação técnica e financeira entre o Estado e a União e vão garantir a capacitação de trabalhadores em todo Estado. O investimento total previsto é de R$ 35,4 milhões, com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) e do Ministério do Trabalho e Emprego. A contrapartida do governo estadual é de R$ 3,6 milhões. A Setre coordena todo processo de qualificação.

Conversando com sua História destaca a vida de escravos, forros e ex-escravos no alto sertão baiano

Da Fundação Pedro Calmon
_________________________________________________

Marco na história do Brasil, a abolição não significou exatamente a melhoria nas condições de vida dos recém-libertos. Para falar das experiências de escravos, forros e ex-escravos no período pós-abolicionista que viviam no Alto Sertão da Bahia (Rio de Contas e Caetité), o curso Conversando com sua História promove no dia 9 de junho, às 17h, “Fios da vida: escravos e forros no Alto Sertão da Bahia (1860-1920)”. A aula será ministrada pela Professora Doutora Maria de Fátima Novaes Pires e a participação é gratuita.

“Para a realização deste trabalho, que é minha tese de doutorado, foram consultadas diversas fontes, tais como cartas de alforria, processos criminais, inventários, escrituras públicas de compra e venda de escravos, além de livros de conta corrente e correspondências da ‘Casa do Barão de Caetité”, destaca a palestrante. Doutora em História Social pela Universidade de São Paulo (2005), Maria de Fátima é atualmente professora adjunta da Universidade Federal da Bahia (UFBA), professora colaboradora do Mestrado em História Regional e Local da Universidade do Estado da Bahia e membro do conselho editorial da Revista Politeia da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).

A professora tem também experiência na área de História, com ênfase em Teoria da História e História Social, com pesquisas sobre escravidão e abolição (tráfico interprovincial e alforrias). “Trata-se de um estudo sobre a vida escrava nos anos iniciais da abolição até a década de 1920. É um acompanhamento da vida dos forros no Alto Sertão baiano”, ressalta a professora.

Mais informações:
Centro de Memória: 31176030 /6050
Ascom: 71 31166918 / 31166919
www.fpc.ba.gov.br

Fonte: Fundação Pedro Calmon

Charge Brasil


Charge Mundo



terça-feira, 16 de junho de 2009

Carnaval 2009 - Rio de Contas - TV Sudoeste - Vídeo

Atenção Alunos: Ministro da Educação anuncia abertura das inscrições para o Enem em rede nacional


O ministro da Educação, Fernando Haddad, anunciou nesta segunda-feira, 15, em pronunciamento em rede nacional de rádio e tevê, a abertura das inscrições no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Haddad falou sobre as mudanças no exame, como a adoção de quatro grandes áreas do conhecimento (linguagens, matemática, ciências da natureza e ciências humanas). O ministro disse também que o aluno que completou o ensino médio está preparado para o novo Enem. “O exame continuará medindo as competências e habilidades do estudante do ensino médio, acabando com a cultura da decoreba, das fórmulas prontas e estimulando a capacidade de raciocínio.”
Até as 20h desta segunda-feira, cerca de 145 mil pessoas já haviam feito sua inscrição no Enem. Os interessados em participar do exame devem acessar a página eletrônica do Enem, com o número do CPF em mãos. A inscrição no Enem vai até o dia 17 de julho e custa R$ 35, mas alunos de escolas públicas e aqueles que se declararem membros de famílias de baixa renda são isentos da taxa.
Fonte: MEC

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Adutora de Livramento vai receber água de rio que vai receber dejetos da EMBASA

Do Blog Bahia de Fato
_________________________________________________
Tá meio confusa a manchete. Mas, é isso mesmo. A adutora de água tratada do distrito de Itanajé (Livramento de Nossa Senhora/BA), em construção, pretende beneficiar 4.000 pessoas. Mas, a captação de água vai ocorrer numa barragem de derivação, muito próxima da cachoeira de Livramento. A cachoeira fica no rio Brumado, o mesmo que vai receber os dejetos do esgoto sanitário de Rio de Contas. O “padrinho” do projeto é o ministro Geddel Vieira Lima, da Integração Nacional.
O site Mandacaru da Serra comentou: “Ele (Geddel) havia anunciado, no calor de um discurso eleitoral, em Itanajé, que a adutora ficaria pronta em agosto de 2008, mas tudo indica que só será concluída mesmo no ano eleitoral de 2010, que poderá ter o próprio ministro como candidato a governador da Bahia. Essa demora e mais a possibilidade da adutora também veicular os coliformes fecais dos esgotos de Rio de Contas podem afetar a grandeza do projeto”.
O site Mandacaru da Serra é pilotado pelo jornalista Raimundo Marinho. O jornal Tribuna da Bahia (09/06/09) deu a manchete: “Esgoto da Embasa ameaça Livramento e Dom Basílio”. A EMBASA confirmou que vai mesmo despejar no rio Brumado os dejetos sanitários da histórica cidade Rio de Contas. A fonte é o jornalista Raimundo Marinho. Ele considera que “o sistema da EMBASA vai colocar em risco a saúde da população de Livramento e Dom Basílio”. O Ministério Público sabe. Não haverá tratamento químico para os dejetos. Menos de nove quilômetros separam Rio de Contas das duas cidades. Será uma permanente exposição aos coliformes fecais.
Há graves implicações. A água que desce para a Cachoeira de Livramento é também utilizada na irrigação de cerca de 8.000 há de cultivos de hortifrutigranjeiros. Recentemente, o jornal A Tarde (12/06/09) publicou o artigo “Risco de contaminação” do jornalista Raimundo Marinho. Confirmadas as denúncias do jornalista, o projeto é um escândalo ecológico e de saúde pública. “A estação de tratamento que vai substituir as antigas fossas, vai centrifugar, liquidificar e coar as fezes de toda uma cidade, sem tratamento químico, liberando os dejetos para as águas do rio Brumado (...) seriam necessários um percurso de pelo menos 25 km de distância das cidades rio abaixo (...) o sistema reterá somente os resíduos sólidos”.
O apadrinhamento de Geddel pode virar um desastre eleitoral quando a população cair em si.

Ler deveria ser PROIBIDO

Rio de Contas: A Jóia Antiga da Chapada Diamantina

Da Eco Viagem/UOL
_________________________________________________
Considerada um dos três mais importantes conjuntos arquitetônicos coloniais da Bahia, tombada pela Secretaria do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, a cidade de Rio de Contas está situada a 1.200 metros de altitude e oferece o autêntico turismo ecológico, num clima agradável de montanha.

Uma das principais cidades históricas da Bahia, com 287 prédios tombados pelo patrimônio histórico nacional e muito bem conservados, Rio de Contas é das mais antigas jóias da Chapada Diamantina, dotada de grande beleza e um acervo valioso. O município reúne atrativos como o pico das Almas, um dos pontos mais altos da Bahia, a cachoeira do Fraga, a ponte do Coronel, a Estrada Real e o povoado de Mato Grosso, com suas flores e hortaliças.

As ruas de Rio de Contas são largas e floridas, ladeadas por casas centenárias de belas fachadas que formam um belíssimo conjunto arquitetônico colonial. Destacam-se os prédios do Paço Municipal, a antiga Casa de Câmara e Cadeia - onde funciona atualmente o Fórum - as igrejas de N.S. Santana e do Santíssimo Sacramento, a antiga Casa de Fundição, o teatro São Carlos, construído em 1892 (único da chapada) e o Arquivo Público - onde nasceu o Barão de Macaúbas e onde também estão guardados valiosos documentos que fazem parte da história da Bahia - visitas indispensáveis para quem deseja conhecer o corpo e a alma da cidade.

Rio de Contas celebra Corpus Christi

O Corpus Christi festejado no dia 11 de junho, é uma festa da igreja católica que celebra a presença de Cristo na Eucaristia. A procissão pelas vias públicas atende a uma recomendação do Código de Direito Canônico (Cânon 944), para celebrar o corpo e sangue de Cristo. O município de Rio de Contas, situada na região da Chapada Diamantina, já começou a celebrar o festejo do Corpus Christi desde o dia 2 de junho e encerra no dia religioso, 11 de junho. A prefeitura sempre está promovendo eventos em comemoração a datas importantes do calendário.
Confira programação:

02/06 a 10/06 - Novenas
10/06 - Noite das Lanternas e show na Praça Canindé
11/06 - Missa, procissão e show com Padre Juarez de Castro

A cidade tem 287 prédios que foram considerados patrimônio histórico nacional. Dentre eles estão o Paço Municipal, a antiga Casa de Câmara e Cadeia, as igrejas de Nossa Senhora Santana e do Santíssimo Sacramento, a antiga Casa de Fundição, o Teatro São Carlos construído em 1892 (único da Chapada) e o arquivo público – onde nasceu o Barão de Macaúbas e onde estão guardados valiosos documentos que fazem parte da história da Bahia.

Os atrativos naturais de Rio de Contas são inúmeros e belíssimos, como os maiores picos do Nordeste, os rios e as cachoeiras, sendo a Cachoeira do Fraga um dos cartões postais da região. Além do potencial ecoturístico e histórico de Rio de Contas, o povo do lugar e sua cultura são outros atrativos e, para conhecê-los, é necessário visitar seus povoados. Há uma rica tradição em folclore popular e festas religiosas.
Fonte: UPB

Forró do CECS

Acontece na próxima sexta-feira, 19, o forró do Colégio Estadual Carlos Souto.

Como manda a tradição haverá muita comida típica, forró e quadrilha.

A animação ficará por conta da banda Beijo Quente.

Fotos de Corpus Christi





sábado, 13 de junho de 2009

Ex-Governador da Bahia Paulo Souto visita Rio de Contas

Do Notícias da Capital
_______________________________________________

DEM, PSDB e PR jogam pesado no interior

Às vésperas do encontro que vai oficializar, na próxima segunda-feira, a aliança entre o DEM e o PSDB na Bahia, com a participação do PR, lideranças dos três partidos cumprem uma verdadeira maratona no interior do estado neste final de semana. Juntos, Paulo Souto (DEM), César Borges (PR) e ACM Neto (DEM) visitam, neste sábado, os municípios de Jequié, Teixeira de Freitas e Nova Viçosa, acompanhados de outros deputados federais e estaduais.

Ontem, Souto e Borges já estiveram em Rio de Contas e Campo Formo, neste último com o presidente estadual do PSDB, Antonio Imbassahy.Neste sábado, ACM Neto, Paulo Souto e César Borges estiveram em Jequié pela manhã, nas comemorações em homenagem a Santo Antônio. Pela tarde, às 15h, os três participarão, em Teixeira de Freitas, de um seminário sobre direito constitucional na Faculdade Pitágoras. Às 17h, ainda em Teixeira de Freitas, eles se encontrarão com empresários na CDL.
À noite, Neto, Souto e Borges participarão das comemorações do aniversário do ex-prefeito de Nova Viçosa, Manoelzinho, no distrito de Posto da Mata.“Vamos intensificar as viagens ao interior e promover eventos em Salvador. Serão atividades conjuntas entre o DEM, o PSDB e o PR, com quem já temos uma grande sintonia. Queremos atrair outros partidos para essa frente, como o PPS e até o PMDB”, disse ACM Neto, que a partir deste mês também vai intensificar as visitas aos bairros de Salvador.
Vejam a foto tirada pelo nosso blog






Fotos de Corpus Christi







Conheça e colabore com a OASIS

A OASIS é uma organização sem fim lucrativos que tem por objetivo promover a saúde, a educação ,a cultura a preservação do meio ambiente entre outros.A OASIS é proponente do projeto Ciranda de Bonecos que acaba de ganhar o edital de Pontos de Cultura da Bahia que tem entre suas atividades fazer oficinas de arte artesanato e identidade para 45 crianças em situação de vulnerabilidade social.

Esse projeto é desenvolvido em Rio de Contas desde 2007 em parceria com o Ponto de Cultura Grãos de Luz e Griô com o financiamento do CRIANÇA ESPERANÇA.

Esse ano estamos dando continuidade a essa iniciativa com o financiamento do Ministério da Cultura, porém esse recurso é destinado apenas as atividades do projeto para merenda , material para oficinas , e etc..

Não tendo recursos para manutenção do espaço que é cedido por um membro da sociedade civil.
Dentre as atividades do Ponto de Cultura está também a capacitação de educadores da rede municipal de ensino,sopas nos bairros carentes , seminários e a circulação de uma peça de teatro nas escolas da rede municipal de ensino.

A missão desse projeto é fortalecer a identidade de crianças e adolescentes em idade escolar através do resgate cultural e a inserção da história e cultura afrobrasileira na rede municipal de ensino reconstruindo o fio da história fazendo um elo entre as gerações através da pedagogia Griô e do diálogo dos mais velhos com os mais novos.

As oficinas na casinha dos Sonhos acontecem toda terça e quinta feira no contraturno escolar,diminuindo a vulnerabilidade social de crianças que ficam na rua o dia inteiro.Em virtude do exposto acima, estamos convidando aos amigos interessados em participar dessa rede de solidariedade, fazendo parte como SOCIO HONORÁRIO, contribuindo mensalmente com a importancia mínima de R$ 10,00 (dez reais).Caso haja interesse, enviar email para oasis.ong_rc@yahoo.com.br, que informaremos a conta em que deve ser efetuado o respectivo deposito. Desde já, agradecemos a sua participação.

Pra saber mais sobre o projeto visitem os sites :
www.cirandadebonecos.blogspot.com/
OASIS- Organização Atuante na Saúde e Integração Social
NOEDI DE MELLO SOARES - PRESIDENTE
ANGELA GUEDES - TESOUREIRA

Corpus Christi 2008 - Vídeo

Rio de Contas terá cinema











Do Blog do Ponto de Cultura Ciranda de Bonecos
____________________________________________
A IANRC EM PARCERIA COM O PONTO DE CULTURA CIRANDA DE BONECOS ACABAM DE SER SELECIONADOS NO PROJETO CINE MAIS CULTURA, 620 PROJETOS E APENAS 100 PLEITEADOS.

O PROJETO CINE MAIS CULTURA TRARÁ UM CINEMA PRA RIO DE CONTAS COM FILMES NACIONAIS E A POSSIBILIDADE DE GERAR NOSSOS PRÓPRIOS FILMES.

NESSE PROJETO NOSSA TERRA NOSSA GENTE TAMBÉM IRÁ LEVAR O CINEMA PARA A ZONA RURAL DO MUNICÍPIO. MAIS UM PROJETO IMPORTANTE PARA NOSSA CIDADE.

PARABÉNS KAL , PARABÉNS ROSA.

Fé e Tradição nos festejos de Corpus Christi em Rio de Contas

Tapete com temáticas religiosas feitos com casaca de arroz, serragem, cal, tinta, arranjos de flores, plantas e toalhas brancas e amarelas. Assim a comunidade riocontense realiza todos os anos uma das mais tradicionais festas religiosas da cidade: Corpus Christi, que também é padroeiro da cidade.

Turistas de diversos locais e a comunidade abrilhantaram ainda mais a festa que a cada ano que passa se torna mais bela e grandiosa.
Como já é tradição na véspera da festa os moradores colocam suas lanternas em frente às casas para a passagem da tradicional procissão das lanternas. Em seguida ao som da Filarmônica Lira dos Artistas aconteceu o tradicional leilão.
Às 5 da manhã ocorreu a tradicional alvorada com queima de fogos, sons de sino, e a Filarmônica Lira dos Artistas pelas principais ruas da cidade.
A missa festiva ocorreu as 10 da manhã em frente à igreja.


O encerramento da festa este ano contou com a participação e um show do Padre Juarez de Castro da TV Século XXI.

Batalhão de Policia Rodoviária Estadual faz Operação Corpus Christi

Do Correio*
__________________________________________________
O Batalhão de Policia Rodoviária Estadual iniciou às 8h de quinta-feira (11) a Operação Corpus Christi 2009, que segue até as 8h do dia de segunda (15). São esperados aproximadamente 15 mil condutores nas rodovias baianas.
O Batalhão de Policia Rodoviária está com 47 viaturas e 452 policiais militares participando da operação nos 38 postos rodoviários. O policiamento foi intensificado nas seguintes vias: BA-001 (Ilha de Itaparica/Valença); BA– 046 (Valença); BA-052 (Ipirá); BA-099 (Estrada do Coco/Linha Verde); BA-131 (Jacobina/Saúde); BA-148 (Brumado/Livramento/Rio de Contas); BA- 262 (Brumado/Vitória da Conquista) e BA-263 (Vitória da Conquista/Itambé).
O policiamento do Batalhão prossegue ainda na BR 324 (trecho Jacobina/ Capim Grosso); BA-502 (Conceição de Feira); BA-522 (São Francisco do Conde); BA-523 (Madre de Deus); BA-878 (Saubara) e BR-420 (Maragojipe).

terça-feira, 9 de junho de 2009

Arraiá do Ponto de Cultura Ciranda de Bonecos



No dia 12 de Junho faremos o encerramento das oficinas do Ponto de Cultura do primeiro semestre de 2009, faremos uma exposição das atividades realizadas. Estão todos convidados para participar da festa e dançar um forró com o sanfoneiro Nanim e prestigiar nossa quadrilha.
Horário: 17 horas
Local: Espaço do Ponto de Cultura.

Fonte: Blog do Ponto de Cultura Ciranda de Bonecos

Leitura na semana do Meio Ambiente no Ponto de Cultura Ciranda de Bonecos



Ontem fizemos uma oficina de leitura com o livro Juca Brasileiro da Fundação DPaschoaL .O livro Juca Brasileiro fala das nossas aguas e da sua importância,lemos e pintamos esse livro que faz parte de uma coleção doada pela referida fundação.

Fonte: Blog do Ponto de Cultura Ciranda de Bonecos

Dia do Meio Ambiente no Projeto Ciranda de Bonecos






O evento do dia do meio ambiente veio fechar as atividades da semana,A secretaria do meio ambiente, a agenda 21 e a sala verde em parceria com as escolas municipais estaduais e a escola Despertar e o Ponto de Cultura fizeram uma passeata na cidade e uma exposição de todo o trabalho no CLube Rio Contense. A escola despertar fez uma apresentação de uma peça de teatro e as outras escolas apresentaram músicas e poesias. O Ponto de Cultura e a Ação Griô Nacional entraram com a apresentação da música Não jogue Lixo no chão e um canto de paz e depois fizemos uma linda roda de capoeira com nosso professor Malemba e nosso monitor Fernandinho.
Ao entrar no clube fizemos um cortejo cantando a música que Sissi nos ensinou :
"Porta aberta , luz acessa recebei com alegria , recebei os visitantes com amor e algria, nós somos de longe , queremos vir, nós somos de longe queremos vir......."

Fonte: Blog do Projeto Ciranda de Bonecos

Griô e Ponto de Cultura nas escolas



Essa semana comemoramos a semana do meio ambiente, e conjugamos as ações do Ponto de Cultura do projeto Ação Griô Nacional e as atividades da Secretaria do Meio Ambiente, a Agenda 21 e Sala Verde. A tradição oral faz com que lembremos de nossas raízes e da forma com que nossos ancestrais cuidavam da mãe terra. Levamos pras escolas a alegria, a magia e descontração da roda , da brincadeira , da música e da contação de histórias. Fomos na escola Saõ Tadeu e contamos histórias para as crianças e suas mães. Na escola Juvenal Cândido fizemos uma enorme roda e foi muito Lindo com todos participando e sentindo a magia da história de Dandara.

Fonte: Blog do Projeto Ciranda de Bonecos