terça-feira, 4 de agosto de 2009

Prefeitura de Rio de Contas decreta situação de emergência


A Prefeitura Municipal de Rio de Contas, na Edição do Diário Oficial do Município de 03 de agosto de 2009 publicou o Decreto 41/2009 em que decreta situação de emergência na zona rural do município por conta da seca que atinge o município. O Decreto tem validade de 90 dias.

Vale ressaltar que o que contém no decreto como situação "anormal" é comprovadamente "normal" em nosso município. A cidade em seu histórico climático apresenta como período de baixa pluviometria entre abril e outubro. As chuvas, historicamente ocorrem no período de novembro à março, resguradadas as devidas variações.

3 comentários:

Paula disse...

Olá Blog

Apesar da seca ser considerada uma situação "normal" no Nordeste, incluindo Rio de Contas, não pode se considerado "normal" o que fazem neste período de estiagem: Queimadas descontroladas, fogos criminosos, que se não prevenidos, ou combatidos a tempo, dificilmente são debelados. O que não queremos que aconteça novamente são desastres que temos visto ano após ano... Não entendi a crítica a respeito da "anormalidade"...

Sec. Meio Ambiente e Rec. Hídricos de Rio de Contas

Altemar disse...

Na verdade não foi uma crítica, e sim uma "correção", pois, sabemos que todos os anos sofremos com a seca nesse período e como consequência as terríveis queimadas que assolam nossa região. Burocraticamente, o poder precisa declarar todos os anos situação de emergência pra algo que na nossa região é uma situação climática sempre esperada.

Secretaria de Meio Ambiente disse...

Entendi. Menino, recebi notícia que hoje já está pegando fogo no Guarda-Mor, coraçaõ da APA, município de Abaíra e se nada fizermos, ele se encaminhará pra região de Mato Grosso, Pico do Itobira e Arapiranga. Já começou o pesadelo! Abraços!